Corria o ano de 2007 quando Britney Spears chocou o mundo ao rapar o cabelo num salão de beleza na Califórnia. O episódio, que não escapou às lentes dos paparazzi, comprometeu a sua imagem pública, desencadeando uma série de polémicas que culminaram na perda da sua própria tutela.

No ano seguinte, a artista deixou de ter posse sobre a sua fortuna - avaliada em 50 milhões de euros -, tendo esta passado a ser gerida pelo pai, Jamie Spears.

E assim foi ao longo destes 13 anos. Contudo, Britney vê agora a luz ao fundo do túnel e caminha para um futuro menos cinzento.

Notícias ao Minuto

Britney Spears em 2008© Getty Images

Tribunal abre portas à liberdade

Em novembro do ano passado, Britney contestou a tutela do progenitor e o Tribunal Superior da Califórnia decidiu esta semana dar-lhe razão. Foi então decidido que a fortuna da artista passará a ser gerida pela empresa Bessemer Trust.

Tudo indica agora que, em breve, a artista recuperará o poder de decisão sobre a sua carreira, finanças e património.

'Framing Britney Spears', o documentário que reforçou o ‘plot twist’

Uma decisão que chega quando o caso volta a estar sob as luzes da ribalta.

Focado na exploração que a artista sofreu ao longo dos últimos anos, o recente documentário ‘Framing Britney Spears’ - que estreou na plataforma Hulu, no dia 5 de fevereiro -, ilustra o ‘sufrágio’ que a cantora enfrentou ao longo de mais de uma década e acordou o movimento #FreeBritney nas redes sociais.

Justin Timberlake "profundamente" arrependido

Notícias ao Minuto

Britney Spears e Justin Timberlake© Getty Images

Foi precisamente nas plataformas digitais que Justin Timberlake se desculpou publicamente pelas atitudes menos corretas do passado.

O artista, que namorou com Britney entre 1999 e 2002, publicou uma nota na sua página de Instagram na qual afirma que se sente "profundamente arrependido por todas as vezes em que as suas ações contribuíram para o problema".

Este pedido de desculpas foi diretamente dirigido a Britney e a Janet Jackson, como o próprio sublinhou. "Tenho carinho e respeito por ambas e sei que falhei".

Além do ex-namorado, também a irmã da artista, Jamie Lynn Spears, se manifestou publicamente sobre os últimos acontecimentos, apelando à imprensa e às redes sociais por "gentileza".

'To be continued'... na Netflix

Foi noticiado esta segunda-feira que a Netflix está a trabalhar num documentário, realizado por Erin Lee Carr, focado na vida da 'princesa da pop'.

A gigante do streaming está de olhos postos no escândalo e quer dar continuidade ao debate que se gerou depois do lançamento de ‘Framing Britney Spears’.

Leia Também: Netflix está a trabalhar em mais um documentário sobre Britney Spears

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.