Joana, a concorrente de Cascais, gerou debate dentro e fora da casa de 'Big Brother - Duplo Impacto' depois de ter dito a Hélder para este não lhe tocar enquanto fala consigo.

As palavras da concorrente geraram discórdia, enquanto uns acham que esta tem toda a razão e pode escolher quem quer ou não que lhe toque outros consideram a sua atitude arrogante.

Quintino Aires, psicólogo e comentador do reality show, manifestou a sua opinião no 'Extra' da tarde de sexta-feira.

"Começo a perceber que a Joana é muito menos inteligente do que aquilo que pareceu no início", afirma, acusando a jovem de ser "arrogante e centrada nela".

"A Joana ganhava muito em fazer um estágio no Porto", reforça ainda, explicando que na sua opinião a jovem não tem nenhum tipo de patologia clínica em relação ao toque e apenas tem esta atitude para com as pessoas que despreza. De acordo com a opinião de Quintino, que pode ser recordada em vídeo, a postura de Joana está diretamente relacionada com o facto de esta ser de Cascais e não estar a habituada a relacionar-se com pessoas do norte do país.

As palavras do psicólogo não foram vistas com bons olhos por alguns fãs de Joana e do programa da TVI e as críticas não se fizeram tardar nas redes sociais. E não foram apenas os espetadores a reclamar, também Luís Borges se mostrou desagradado com os comentários.

O novo comentador de 'Big Brother' afirmou no 'Extra' da noite que não gostou das palavras usadas por Quintino Aires e defendeu: "Eu acho que a Joana teve toda a razão. As mulheres são livres de escolherem quem querem que toque no seu corpo".

Reveja aqui as suas palavras.

Leia Também: #VermelhoEmBelém. Por que estão tantos famosos a usar batom vermelho?

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.