A gravidez de Beyoncé dos gémeos Sir e Rumi não foi propriamente um ‘conto de fadas’. Tal ficou evidenciado no documentário da cantora para a Netflix - ‘Homecoming’.

“O meu corpo passou por mais do que eu sabia que conseguia”, admitiu a artista, recordando mais tarde o momento do parto, também marcado por instantes de aflição.

“No ventre, o coração de um dos meus bebés parou algumas vezes, por isso, tive de fazer uma cesariana de emergência”, relatou.

Depois do nascimento dos bebés, Beyoncé teve de lidar com um novo desafio: voltar à sua antiga forma física. “Tive de reconstruir o meu corpo. Demorou um pouco até me sentir confiante o suficiente para… dar a minha personalidade”, sublinhou.

“No início, tinha muitos espasmos musculares apenas internos, o meu corpo não estava conectado. A minha mente não estava lá. A minha mente queria estar com os meus filhos. O que as pessoas não veem é o sacrifício”, completou, referindo assim que o caminho não foi fácil.

No mesmo documentário, Beyoncé ainda afirma que se viu na obrigação de descobrir como equilibrar a sua vida entre a filha mais velha - Blue Ivy, de seis anos - e os gémeos, como esposa de Jay Z e ainda como mulher no relacionamento com o seu corpo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.