No próximo domingo, dia 26 de abril, estreia o novo reality show da TVI - 'Big Brother 2020'. O programa chega à casa dos portugueses depois de ter sido adiado na sequência da pandemia do novo coronavírus.

São muitas as novidades! Uma delas é o formato inédito no qual o programa se apresentará nas duas primeiras semanas - 'BB Zoom'. Durante esse período, tal como já tinha explicado a estação de televisão, os participantes estarão limitados a um apartamento que será vigiado por câmaras. A única pessoa com quem poderão contactar será com o apresentador Cláudio Ramos (e os restantes concorrentes).

Numa entrevista coletiva de jornalistas com Nuno Santos (que aconteceu na tarde desta segunda-feira, dia 20) o diretor de programas da TVI referiu que o 'BB Zoom' foi uma escolha adaptada aos atuais dias e ditada pelas circunstâncias. "Se disséssemos às pessoas há duas semanas que a primeira fase do ‘Big Brother’ seria em 'BB Zoom' toda a gente acharia isso estranhíssimo. Agora não, é a vida que estamos todos a viver".

Posteriormente, o responsável evidenciou o papel do espectador, apesar de todas as alterações: "Aquilo que temos de fazer no momento é o melhor e o que chegará mais às pessoas. São elas que vão ditar como é que olham para o programa, se o vão ver, se o vão procurar nas redes, se vai gerar interesse nos media, se os concorrentes vão passar a ser familiares aos espectadores. Esse juízo nunca é do canal, é sempre das pessoas".

'BB Zoom': O público será chamado a tomar decisões?

Mesmo estando num apartamento, a verdade é que a partir do dia de estreia, a vida dos participantes mudará. Os telespectadores, conforme nota Nuno Santos, poderão contar com uma série de conteúdos, até porque os concorrentes vão comunicar entre si, mas virtualmente. "No domingo o jogo começa, assim como a interação. Eles têm um conjunto de tarefas, de testes, de avaliação dos restantes… Isso vai gerar conteúdo. Vão estar desligados do mundo, não vão ter notícias. Vão poder ter contacto com a família, embora com regras", garantiu.

Neste âmbito, o diretor de programas deixou ainda 'no ar' a possibilidade de no 'BB Zoom' o público intervir, tal como aconteceria se os participantes estivessem já dentro de casa, através das votações para a expulsão.

O combate aos estereótipos

Nuno Santos acredita que esta adaptação aos tempos inéditos que se vivem não anula a "essência" do reality show, onde a ideia é cortar completamente o contacto com o mundo exterior e mostrar a verdade, "nua e crua". No mesmo sentido, espera 'combater' os preconceitos que existem quanto à seleção de "pessoas reais" para concorrentes.

Questionado pelo Fama ao Minuto sobre quais é que foram os critérios de escolha dessas "pessoas reais", uma vez que tinham sido feitos vários comentários relativos a anteriores programas que davam conta de que os concorrentes já se conheciam antes, o diretor respondeu:

"Eu sei que essa ideia existe, mas talvez seja um pouco injusta: classificar os reality todos com características de um ou dois mais recentes em que de facto existia essa perceção. Há uns chavões. Um deles é o 'país real' outro são 'as pessoas reais'. Há pessoas com atividades muito diferentes, de idades diferentes, de todas as regiões do país e uma até das ilhas. Há uma boa mistura de pensamentos, contradições, na forma de ver o mundo, que achamos que pode ser muito apelativa".

Importa realçar que os espectadores poderão contar com programas diários, às 19h, e ainda com o 'late night', a partir das 23h. Estes 'Extras' à noite serão apresentados por Maria Botelho Moniz e contarão com os comentários de Ana Garcia Martins, a 'Pipoca Mais Doce'. Já a apresentação dos 'Diários' ficará a cargo de Mafalda Castro.

Leia Também: TVI anuncia (nova) data de estreia do 'Big Brother'

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.