Amber Tamblyn fez recentemente uma revelação polémica sobre uma situação de assédio que sofreu na adolescência por parte de James Woods. Tudo começou porque o ator fez uma crítica ao filme ‘Call Me By Your Name’, que trata uma relação entre um jovem de 24 anos e um menor.

Amber participou a situação, através de uma publicação na sua conta oficial de Twitter. Em resposta, o ator desmentiu a alegação, também através da sua página oficial da mesma rede social.

Mas a polémica troca de acusações não ficou mesmo por ali. A atriz deu continuidade à polémica e fez outra publicação sobre a recente revelação. “Não consigo dizer quantas pessoas me têm escrito, enviado mensagens e e-mails com relatos de histórias sobre James Woods nos últimos dias”, escreveu.

Amber contou com o apoio de várias celebridades nas redes sociais, como o ator Don Cheaddle: “Ele [Woods] tentou mentir sobre isso para silenciá-la. Não vai funcionar”.

Também a atriz Lena Dunham mostrou o seu apoio ao publicar uma foto de James com uma namorada 46 anos mais nova: “Talvez ele devia de pesquisar as suas próprias imagens no Google antes de acusar a Amber Tamblyn de estar a inventar uma história de assédio a uma menor”.

Mas a maior manifestação de apoio foi a de Julie Brown, que revelou também ter sido vítima de assédio por James Woods. “Quando era jovem, tomei algumas bebidas com James Woods. Ele não soube escutar a palavra não. Sempre me culpei até perceber quem tinha tido a culpa realmente”, escreveu na sua conta de Twitter.

Após as últimas acusações, Woods continua ativo nas redes sociais, mas ainda não se manifestou contra as alegações. No entanto, a polémica parece estar para durar.

“Ainda não estou satisfeita. Tenho mais uma coisa para dizer e que falarei em breve”, afirmou Amber.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.