O príncipe Carlos falou pela primeira vez após ter sido diagnosticado com o novo coronavírus. Tal aconteceu através de um vídeo gravado na sua casa na Escócia, Birkhall, onde tem permanecido com a mulher, Camilla, duquesa de Cornualha, em quarentena.

No vídeo, o filho mais velho da rainha Isabel II fala da sua experiência pessoal, partilhando a sua solidariedade com as pessoas que permanecem em isolamento.

"Tendo passado recentemente pelo processo de ter contraído o novo coronavírus, felizmente com sintomas mais leves, agora encontro-me do outro lado da doença, mas mantendo a distância social e o isolamento", afirmou o príncipe de 71 anos.

"Como todos sabemos esta tem sido uma experiência estranha, frustrante e angustiante, quando a presença de familiares e amigos já não é possível e as estruturas normas da vida são de repente tiradas", acrescenta.

"Num momento das nossas vidas de ansiedade e sem precedentes, a minha mulher e eu estamos a pensar particularmente em todos aqueles que perderam os seus entes queridos em circunstâncias tão difíceis e anormais, e naqueles quem têm de enfrentar a doença, o isolamento e a solidão", sublinha.

Por fim, Carlos fez saber que também tem prestado atenção à população mais idosa que está a passar por tudo isto, evidenciando a importância da comunidade e do seu apoio neste momento de maior fragilidade.

Veja o vídeo:

Ver esta publicação no Instagram

As Patron of Age UK, The Prince of Wales shares a message on the coronavirus pandemic and its effect on the older members of the community.

Uma publicação partilhada por Clarence House (@clarencehouse) a 1 de Abr, 2020 às 4:50 PDT

Leia Também: Príncipe Alberto do Mónaco vence batalha contra a COVID-19

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.