Há alguns meses, Gigi Hadid esteve debaixo de fogo depois de ter partilhado um momento em que esticava os olhos ao mesmo tempo que mostrava um biscoito com a cara do Buda gravado. Desde logo, a modelo foi alvo de inúmeras críticas por parte dos fãs que a acusaram de ser racista.

Ora, na semana passada, Hadid anunciou que tinha sido escolhida para desfilar no próximo evento do Victoria's Secret Fashion Show, que este ano se realiza em Shanghai, na China. Não tardou muito até que começassem a surgir mensagens de pessoas alegando que Gigi não era bem-vinda no país.

Tendo em conta este cenário, a modelo decidiu responder no Twitter: “Dói-me magoar alguém e quero que todos vocês saibam que nunca foi minha intensão ofender alguém e peço desculpas sinceras por aqueles que magoei e que desiludi. Tenho o mais profundo respeito e amor pelas pessoas da China e guardo memórias incríveis de visitas que fiz no passado”, esclareceu.

“Aprendi a ser muito mais cuidadosa com a forma como as minhas ações podem ser interpretadas e espero que aceitem as minhas desculpas. Espero conhecer muitos de vocês e dar-vos a conhecer um pouco de mim. Não tolero comportamentos prejudiciais para com outras pessoas e quero que saibam que todos são bem-vindos e respeitados”, concluiu.

Apesar do pedido de desculpas, os seguidores da modelo não ficaram impressionados com a mensagem e esperam que a situação não se volte a repetir.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.