Amanda Seyfried começou a sua carreira na representação quando ainda era modelo, numa altura em que as câmaras a seduziam. Este percurso serviu para ultrapassar os momentos menos bons por que passou ainda na adolescência, quando frequentava o ensino secundário, por ser mais “pálida” e “feia”, tal como os colegas referiam na altura.

“Eu fui modelo porque era algo com glamour e porque as pessoas me deixaram. Eu fui uma ‘piada’ na escola por ser pálida e feia”, declarou a atriz de 35 anos em entrevista a um jornal.

Também nesta conversa, a estrela de Hollywood abordou outras das batalhas que teve de travar, nomeadamente, contra o TOC – transtorno obsessivo compulsivo, que segundo a própria foi piorando com a idade.

“Estou sempre a ouvir podcasts e livros em áudio, memórias… um pouco de meditação, que também me relembra que faço parte de uma grande comunidade”, declarou.

De recordar que o filme ‘Mamma Mia 2’, no qual Seyfried é uma das protagonistas, irá estrear no dia 19 de julho em Portugal.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.