O caso decorrente de acusações de assédio sexual contra Seal foi encerrado, garantiram as autoridades de Los Angeles ao E! News.

Numa série de documentos de tribunal obtidos pela publicação, as alegações que implicavam o artista no escândalo foram rejeitadas devido a um atraso da suposta vítima na descrição do caso às autoridades. Para além disso, consta que faltaram testemunhas e provas que verificassem as acusações de forma mais substancial, para além daquela que existia até ao momento.

De recordar que Seal já tinha negado todas as queixas anteriormente, através de um comunicado que emitiu. “Ele pretende defender-se contra essas falsas alegações”, referia na altura.

Segundo o site de entretenimento TMZ, Tracey Birdsall, de 54 anos, foi quem denunciou o cantor. Sabe-se que a mesma era vizinha do artista, com quem acabou por desenvolver uma amizade. Numa ocasião, Tracey descreve que Seal começou a ter comportamentos impróprios com ela, chegando a agarrar nos seus seios sem o seu consentimento.

Alegadamente, tudo isto aconteceu em 2016.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.