Com a iniciação a técnicas de tingimento orgânico, ikebana, alimentação vegetariana e bio-cosmética, o Museu do Oriente pretende promover a sustentabilidade e o respeito pelo meio ambiente e natureza.

Para desvendar os mistérios da tinturaria natural com índigo, realiza-se no dia 19, entre as 10.00 e as 13.00, um workshop online com transmissão em tempo real a partir do Museu do Oriente.

As plantas, o pigmento, a preparação dos tecidos para tingimento, os princípios da manutenção e o tratamento pós-tingimento, são os temas abordados nesta oficina que procura mostrar o rigor técnico e científico de uma prática baseada em princípios de sustentabilidade ambiental.

Opcionalmente, para esta oficina é disponibilizado um kit de material completo (tecidos de algodão, meadas de lã, pigmento de índigo em pó, hidróxido de cálcio, frutose, henna, carbonato de soda e tiras de pH) que pode ser adquirido no momento da inscrição e que será enviado por correio registado.

Na terça-feira, 22 de setembro, entre as 14.00 e as 16.00, é ao Japão que viajamos para descobrir a arte do ikebana, ou arranjo floral, também conhecida como o “caminho das flores”.

Na sua origem, o ikebana era uma espécie de ritual de oferenda feito nos templos budistas do Japão durante o século VI. Em contraste com os arranjos florais do Ocidente, o arranjo floral japonês cria uma harmonia de construção entre linhas, ritmo e cor, sendo valorizada a simplicidade e a existência do vazio (espaço não preenchido).

Neste workshop presencial, os participantes descobrirão os segredos desta arte floral que, a partir de elementos naturais como flores, ramos e plantas, cria uma harmonia de formas e linhas no espaço.

“Ser vegano/ vegetariano com saúde” realiza-se em formato presencial e online no dia 24 de setembro, entre as 19.00 e as 20.00. A prática do vegetarianismo, anteriormente associada a práticas espirituais adoptadas por monges budistas e por outras religiões do mundo, começa a ser cada vez mais reconhecida como uma dieta saudável, que ajuda a reduzir problemas cardiovasculares, doenças oncológicas, obesidade, hipertensão ou diabetes e pré-diabetes, reflectindo-se num aumento da longevidade e bem-estar do ser humano.

Biocosmetica
créditos: Museu do Oriente

Dirigido a pais e filhos, neste workshop são usados os conhecimentos orientais para falar dos alimentos essenciais a uma dieta vegetariana saudável e a forma de os relacionar, adaptando esses conhecimentos ao Ocidente e à actualidade e ciência moderna. Será também abordada a forma como a alimentação deve ser ajustada às estações do ano e ao meio envolvente, por forma a sermos mais saudáveis e também mais sustentáveis, respeitando o nosso meio interno e o meio que nos rodeia.

No dia 26 de setembro, sábado, entre as 14.30 e as 18.30, o workshop online “Bio-cosmética e plantas da ayurveda” dá a conhecer as propriedades das plantas e ensina a criar produtos de uso diário, como cremes e bálsamos, a partir de ingredientes naturais. No final, é esperado que cada participante consiga criar o seu próprio creme facial, desmaquilhante e bálsamo labial.

As inscrições para os workshops são feitas através do site do Museu do Oriente.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.