A organização de caridade global para a conservação marinha, SEA LIFE Trust, é a responsável pelo evento que será a sua maior ação de limpeza até à data.

Esta limpeza de praia vai durar uma semana inteira, a começar na Nova Zelândia e a terminar na Califórnia, e contará com a participação de mais de 50 centros SEA LIFE espalhados pelo mundo.

A ação tem hora marcada às 10h30 e o ponto de encontro é à frente do SEA LIFE Porto. Esta é uma forma simples e eficaz de todos poderem ajudar a inverter a maré nesta questão da poluição, começando pela nossa cidade, pelas margens das nossas praias, protegendo as nossas espécies.

Os voluntários interessados em participar nesta limpeza de praia devem inscrever-se online, no website do SEA LIFE Porto até ao dia 7 de julho, sendo que as vagas são limitadas.

Todos os participantes terão direito a um colete, luvas, sacos de lixo e acima de tudo, a uma dose generosa de memórias felizes com uma iniciativa que enche corações à medida que esvazia as praias de lixo.

2050: mais plástico do que peixes?

SEA LIFE Porto junta-se a iniciativa mundial de limpeza de praias e desafia famílias e amigos a juntar-se

Estima-se que 8 milhões de toneladas de resíduos de plástico entrem nos oceanos do mundo a cada ano e que, se nada for feito, os mares poderão ter, até 2050, mais plástico do que peixes.

Andy Bool, diretor do SEA LIFE Trust, explica: “A maior parte dos resíduos de plástico espalhados em todo o mundo acaba por ir dar ao mar. O lixo que chega às nossas costas não é apenas desagradável à vista, como também prejudica e mata a nossa preciosa vida selvagem. Centenas de espécies de vida selvagem marinha, incluindo focas, aves marinhas, tartarugas ou baleias confundem o lixo marinho com comida, resultando em inanição, envenenamento e bloqueios estomacais fatais.”

Para Rui Ferreira, diretor geral do SEA LIFE Porto, “esta iniciativa é mais um reforço no trabalho que temos vindo a desenvolver nos últimos anos. Sabemos que felizmente existe uma maior atenção nesta temática agora, mas é essencial continuar a consciencializar as famílias, especialmente os mais novos, para a importância da preservação do meio ambiente e proteção dos oceanos e da vida marinha que nele habita”.

O SEA LIFE Trust defende a necessidade de ter os oceanos devidamente protegidos, sem poluição plástica e cheios de vida diversificada.

Este ano, além de se focar na poluição do plástico e na limpeza das praias, a instituição de caridade irá continuar a proteger a vida animal através da manutenção do primeiro santuário do mundo de baleias Beluga, na Islândia.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.