Após Paris, Barcelona, ​​Praga, Dubai, Milão, a exposição "The World of Banksy" chega a Portugal e propõe uma viagem pela carreira do artista, para descobrir ou redescobrir as suas obras que desapareceram, que foram roubadas ou destruídas. Para além de qualquer tentativa de revelar quem realmente é Banksy, esta exposição tenta contextualizar o seu trabalho e convidar o visitante a desfrutar de uma experiência imersiva, revisitando a street art do autor e algumas das mais icónicas imagens da atualidade.

Os murais de Bansky que inspiram a mostra lisboeta foram produzidos, entre 2000 e 2018, em diferentes países como França, Estados Unidos, Reino Unido, Israel e Palestina.

De entre as obras mais conhecidas do artista, estão em exposição “Girl with balloon”, “Rage, the Flower Thrower”, “I’m out of bed”, “Aachoo” e “Israeli and Palestinian pillow fight”, esta última com a reprodução do hotel com a “pior vista do mundo”, o icónico quarto do Hotel Walled-Off decorado com um graffiti que ilustra a luta entre um soldado israelita e um manifestante palestiniano.

“Banksy, artista de graffiti britânico (nasceu provavelmente em Bristol, por volta de 1974), é considerado um dos principais representantes da arte de rua contemporânea. As suas obras, frequentemente satíricas, abordam questões universais como política, cultura ou ética”, podemos ler no site que acompanha a exposição em Lisboa.

O artista encontra-se entre as “pessoas desconhecidas” mais famosas, cujos trabalhos figuraram, entre outros locais, nas ruas de Londres, Nova Iorque, Berlim, Gaza, Tóquio. As obras de Bansky merecem mostra nas paredes do British Museum, Tate Modern, em Londres e no Louvre, em Paris.

bansky
Well Hung Lover um dos murais de Bansky. Obra que não estará representada em Lisboa. créditos: Richard Cocks/wikimedia commons

“A sua crítica para com a cultura pop, política, e até, arte e museus tem sido vista, por alguns, como uma mera revolta, e interpretada por outros, como brilhante. Apesar de se opor à mercantilização da arte, as casas de leilões encontraram compradores para as obras de Banksy a preços recordes. Em 2010, Banksy foi nomeado uma das pessoas mais influentes do mundo pela revista ‘Time’, além de estrelas como Lady Gaga, Obama, Robert Pattison, Sir Elton John e Prince”, lemos no já referido site.

Bansky tornou-se essencial no mundo da arte urbana em meados dos anos noventa do século XX, com um estilo único e provocador que o tornou uma lenda.

A Capsule Gallery Lisbon localiza-se na rua Viriato, n.º 25, na capital. A exposição terá portas abertas das 13h00 às 20h00, nos dias úteis e das 11h00 às 21h00 ao fim de semana (encerra nos feriados)

Os bilhetes de ingresso são gratuitos até aos cinco anos, orçam os 8 euros dos seis aos 12 anos e acima dos 65 anos e para grupos com dez ou mais participantes. De resto, o ingresso orça os 12 euros. Para família de quatro elementos (dois adultos + dois jovens), a entrada custa 28,50 euros.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.