Data dos anos de 1920 a construção da composição que este 2020 volta a percorrer as margens do rio Douro, numa paisagem classificada pela UNESCO como Património Mundial. Iniciativa da CP, o Comboio Histórico do Douro propõe uma viagem a bordo de uma locomotiva a vapor e cinco carruagens de madeira.

De 1 de agosto e até 26 de setembro, estão previstas nove viagens a bordo do Comboio Histórico, entre Peso da Régua e Tua, com passagem pela estação do Pinhão, estrutura que conta com importante património azulejar. Uma viagem que se faz entre fragas, pequenos bosques e a inevitabilidade das quintas durienses, produtoras de vinhos do Porto. No percurso de três horas, os participantes têm, ainda, a oportunidade de observar alguma da fauna ribeirinha.

“Pouca terra, pouca terra”, nas fragas do Douro ecoa o Comboio Histórico entre o Pinhão e Tua
“Pouca terra, pouca terra”, nas fragas do Douro ecoa o Comboio Histórico entre o Pinhão e Tua
Ver artigo

Uma viagem pela história que, este ano, se faz com um calendário mais curto devido à pandemia provocada pela COVID-19. Todos os passageiros têm de usar máscara durante o percurso e a lotação nas carruagens está reduzida em 1/3 da sua capacidade.

De acordo com a CP “estão garantidos todos os procedimentos e normas definidas para a prevenção da pandemia”.

Ainda antes do embarque, na estação ferroviária de Peso da Régua, os participantes nesta jornada à beira rio, contam com a presença de grupos e cantares tradicionais e a oferta de um cálice de Porto.

Os preços dos bilhetes variam entre os 42,5 euros, no caso dos adultos, e os 20 euros, no caso de crianças (dos quatro aos 12 anos inclusive). Para grupos com dez ou mais passageiros, o bilhete individual orça os 38 euros.

Aqui encontra mais informações sobre datas de partida, horários e aquisição de bilhetes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.