Foi em 2005 que a Renova ganhou notoriedade mundial graças ao lançamento do papel higiénico preto, um marco na história da marca que conseguiu quebrar o dogma dos produtos impensáveis e ser referido nas páginas da imprensa internacional. É pela inovação que se tem distinguido ao longo dos tempos, destacando-se, mais recentemente, pelas gamas com embalagem em papel reciclado e biodegradável, como alternativa ao plástico, ou a gama de produtos personalizados.

As origens da marca remontam a 1818, mas é em 1939 que é erguida a sua fábrica junto à nascente do rio Almonda em Torres Novas, onde ainda hoje tem a sua sede. Os primeiros anos de atividade foram dedicados ao fabrico e comercialização de papel de escrita, impressão e embalagem, e no final da década de 1950 iniciou um percurso pioneiro e muito inovador no desenvolvimento de produtos de papel tissue para uso doméstico e sanitário. Uma vez que a indústria do papel necessita de água, a sua localização geográfica é uma vantagem, já que o rio corre dentro da fábrica, gerando uma relação profunda entre ambos.

Com uma forte cultura de inovação, aprendizagem e melhoria contínuas, os seus colaboradores abraçaram desde muito cedo o processo de consciencialização ambiental que tem acompanhado e moldado o seu caminho até à atualidade. Na década de 1980 consolidou o seu compromisso de proteção da nascente do rio Almonda, do “Santuário Ecológico” envolvente e do ambiente de forma geral. Este compromisso refletiu-se nas melhorias dos processos de fabrico e no lançamento de vários produtos fabricados de forma sustentável.

Renova Love & Action

O foco no lançamento de produtos ambientalmente responsáveis está patente, entre outros, no lançamento da Renova Love & Action. Os produtos desta gama são elaborados maioritariamente a partir da reciclagem de papel que já teve uma vida anterior e resultam de processos de fabrico triplamente certificados segundo as normas mais exigentes em matéria de meio ambiente, segurança e saúde, e qualidade (ISO 14001 e EMAS, OSHAS 18001, ISO 9001).

A pasta de papel que provém da floresta é certificada ou de origem controlada e a certificação FSC assegura que os produtos provêm de explorações com gestão florestal responsável. Os processos de fabrico foram concebidos para minimizar o consumo de água e, através do uso eficiente de energia na produção e do uso racional do transporte na distribuição dos produtos, reduzir o consumo de energia e emissões de gases de efeito estufa. A gama foi pensada para utilização doméstica (guardanapos e papel higiénico), mas também no segmento profissional.

Lançamento Gama Paper Pack

Em 2018 assinalou-se outro importante momento no percurso ambiental da marca: o lançamento Paper Pack, uma gama de produtos embalada em papel, substituindo o plástico. No ano seguinte foi ampliada com o lançamento de rolos de cozinha, igualmente embalados em papel reciclável e biodegradável e produzidos de forma a darem origem a novos produtos após a sua utilização, reforçando a adoção de práticas mais sustentáveis e amigas do ambiente.

Com o alargamento da Paper Pack, a marca reforça o seu compromisso com o planeta e assume que o respeito pelas origens e o esforço na redução do plástico no consumo quotidiano deve ser uma responsabilidade partilhada por toda a sociedade - marcas, distribuidores e cidadãos.

Dica Portugal Faz Bem

Há muito que o papel em Portugal deixou de ser um mero produto necessário que faz parte da decoração de uma casa de banho ou cozinha. Sob o aspecto funcional, estas divisões pouco mudaram durante os últimos 1000 anos, mas sob o ponto de vista técnico e da sofisticação já não se pode dizer o mesmo.

Descontrair da tensão quotidiana através de um longo banho ou a experimentar aquela receita de cozinha é um luxo simples à disposição da maioria das pessoas. Assim é de esperar que alguns queiram diferenciar estas divisões de acordo com a sua vontade em ter um refúgio pessoal na casa de banho ou de um local de convívio na cozinha. Em ambos os casos, o papel pode hoje entrar na estética e conforto do ambiente criado. Com cores em contraste - que vão do preto ao branco, estampados, reciclados ou aromatizados - sua escolha irá refletir a sua personalidade.

Não queremos exagerar e dizer que talvez valha a pena derrubar uma parede para garantir uma maior exposição deste pormenor da decoração da sua casa-de-banho ou cozinha, mas já lá vai o tempo em que não era um detalhe a ter em conta.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.