Todos os anos é a mesma coisa. A chuva, o frio e as geadas deixam as suas marcas no seu jardim. Ainda assim, nem tudo está forçosamente perdido. Antes que emitam rebentos novos, faça a seguinte operação nas herbáceas vivazes. Retire tudo o que o inverno estragou e devolva a energia que necessitam. Para isso, siga estes três passos simples:

1. Solte a terra

Solte a terra em redor da planta e extraia-a. Depois, divida em duas partes que tenha rebentos e raízes. Trabalhe com duas forquilhas para melhor resultado.

2. Elimine material estragado

Retire o material velho e lenhoso, assim como as raízes estragadas ou podres, cortando com a tesoura.

3. Prepare o local

Revolva a terra e adube o local onde vai colocar as divisões e coloque-as como uma plantação normal. Junte, de seguida, matéria orgânica e componha a base da planta.

As plantas herbáceas vivazes mais comuns

De acordo com a marca de produtos de jardinagem Compo, «as vivazes enriquecem o jardim e dão-lhe o toque perfeito durante muito tempo. Há um grande número de variedades, que se diferenciam nos seus tempos de floração, nas formas e cores das suas flores e na sua forma de crescimento. Um bom planeamento do canteiro de vivazes permitir-lhe-á desfrutar de uma esplêndida floração durante todo o ano».

A lista destas plantas inclui narcisos (na imagem), tulipas, milefólios (Alchemilha mollis), tremoceiros (Lupinus-Hybr.), gerânios (Geranium magnificum), crisântemos (Chrysanthenum maximum), esporas (Delphinium-Hybr.), salva (Salvia nemorosa), saponária (Saponaria lempergii), gaura (Gaura lindheimerii) e áster (Asterum dumosus). O calendário de floração destas variedades botânicas varia em função das características e das especificidades de cada uma.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.