A utilização correta deste produto é feita na remoção de gorduras em superfícies laváveis, como a loiça, as lentes dos óculos e talvez alguns tecidos mas, tendo sempre em mente que se deve enxaguar muito bem de forma a que após a aplicação a superfície não continue com detergente que danifique o material.  Porém,  existem alguns locais onde não deve de forma alguma usar detergente da loiça:

Sofás e almofadas: estas superfícies vão absorver o detergente e a nódoa até poderá desaparecer, o pior será quando tiver de retirar o excesso de produto e a espuma que se formou. Onde não dá para enxaguar, não se pode aplicar.

Na máquina de lavar loiça: pode parecer o sitio mais evidente para colocar o detergente quando se acabam as pastilhas, mas este eletrodoméstico pede um detergente especifico. Com o detergente da loiça comum, a máquina ficará cheia de espuma e a loiça não secará como é suposto.

Na máquina de lavar roupa: apesar de servir para tirar nódoas de alguns tecidos antes de irem à máquina, não devemos colocar detergente da loiça na máquina de lavar a  roupa pelo mesmo motivo acima descrito para a máquina da roupa: a espuma que vai ser produzida e que irá inundar a sua cozinha.

No carro: para lavar o carro não deve usar detergente da loiça, a pintura pode não reagir bem e a cor pode ficar baça e sem brilho.

No ecrã do computador e televisão: o produto vai deixar os ecrãs baços, sem brilho o que, consequentemente, irá diminuir a visibilidade. A longo prazo, o uso de detergente da loiça nos ecrãs danifica a película. A melhor solução é simples: passar um pano macio seco que limpe as tão habituais dedadas.

Em superfícies de madeira: existem inúmeros tipos de madeira que podem reagir de formas diferentes à aplicação do detergente. Deste modo e, para não arriscar deve limpar estas superfícies com um produto próprio que lhes continue a dar brilho e a hidratação necessária.

Em vidros e janelas: não é completamente proibida a limpeza de vidros e janelas com detergente da loiça, porém não é a mais indicada nem a mais sustentável tanto em trabalho como em tempo. O detergente irá fazer muita espuma e poderá deixar as superfícies manchadas.

Paredes com cal: a área onde o detergente for aplicado vai ficar mais clara que o resto da parede.

Animais de estimação: usamos o detergente para remover a gordura da loiça porque a sua constituição química é poderosa o suficiente para o fazer, por isso, imagine o que poderá fazer à pele do seu animal. Existem inúmeros produtos apropriados para o efeito.

Pele: tal como não é apropriado para usar na pele dos nossos animais, os químicos presentes neste produto são nocivos também para a nossa pele, podendo causar alergias que um simples gel de banho evita.

Tecidos Delicados: usar o detergente da loiça para tirar uma mancha de gordura pode ser uma excelente ideia mas atenção para não o fazer em tecidos delicados, sob pena de os danificar.

As questões levantadas pelo uso de detergente podem parecer banais mas em qualquer dos casos, ficam esclarecidas as dúvidas quanto à sua aplicação.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.