Os meses de maior frio tendem a ser nocivos para a maioria das espécies botânicas, ainda que algumas regiões do país exijam maiores cuidados do que outras. Proteja o jardim nesta época do ano, adotando estratégias preventivas que se poderão revelar verdadeiras boias de salvação para as suas plantas. Descubra, de seguida, quatro das recomendações essenciais a ter em conta nesta altura, muitas delas simples e verdadeiramente eficazes.

1. Use vasos de ferro ou madeira

A variação brusca da temperatura pode quebrar ou provocar fissuras nos vasos. Por isso, se vive numa zona muito fria, use vasos concebidos com materiais resistentes, como ferro, madeira tratada ou granito. Os de vidro ou barro não cozido são pouco resistentes às baixas temperaturas, assim como os de terracota.

Nas ápocas de maior frio, forre os vasos com material isolante como película de plástico, lona, cartão, plástico de bolha ou papel de jornal, para proteger de gretas ou roturas. Faça estas operações antes que o inverno chegue ao pico mais alto.

2. Plante junto dos abrigos

Um abrigo de jardim ou uma pérgola servem para mais do que armazenar ferramentas, mobiliário e outros utensílios no primeiro caso. Podem também ser usados para separar ambientes, proporcionar uma zona de lazer ou suportar trepadeiras, no segundo. Além da sua função principal, também servem para proteger os maciços de flores pequenas e delicadas.

Desta forma, plantadas junto dos abrigos de jardim ou das pérgolas, as plantas sofrem menos os rigores do inverno, porque aquelas estruturas funcionam como filtros naturais contra o vento. De qualquer forma, para que o frio não faça estragos consideráveis no seu jardim, opte por espécies autóctones da sua zona, mais resistentes a tudo, incluindo a seca, o clima, os solos, as pragas e as doenças.

3. Privilegie o pavimento em madeira

O pavimento com tábuas de madeira é uma alternativa aos solos de lajes de barro ou pedra nas zonas de geadas fortes. A madeira natural garante conforto e decoração seja qual for o local em que seja instalada. O único inconveniente é a sua resistência, muito menor, por exemplo, à pedra. Utilize madeira resistente ao apodrecimento, como a de pinho, e envernize pelo menos uma vez por ano antes do inverno.

4. Invista numa casa a norte com o jardim a sul

Se tem um terreno e pretende construir uma casa pense na sua orientação, assim como na do jardim, para evitar problemas em caso de calor ou frio intensos. A casa pode proteger do frio uma grande área do jardim, pelo que deve ficar na zona mais fria, a norte. Para que o jardim sofra menos os rigores climatéricos, instale-o orientado a Sul, até porque necessita do máximo número de horas possíveis de sol.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.