2023 começa com uma energia propícia ao abrandamento, e que pode, até, suscitar uma certa confusão e apatia. Mercúrio está retrógrado desde o dia 29 de dezembro e assim continuará até ao dia 18 de janeiro, o que faz com que haja maior tendência para atrasos e para a necessidade de reflexão e correção de erros, retificando aquilo que foi feito.

É provável, também, que se sinta mais melancólico e que esteja introspetivo, até porque, logo no dia 6, a Lua Cheia em Caranguejo põe as suas emoções em destaque e pode deixá-lo mais vulnerável e sorumbático. Tenha especial cuidado para evitar dramas e explosões despropositadas, uma vez que os sentimentos estão exacerbados e pode ter dificuldade em agir de forma racional.

Se, por um lado, há um certo sentimentalismo que gera impasses no início do mês, por outro lado começa, desde o início de janeiro, a fazer-se sentir dentro de nós a sede de liberdade e a vontade de reformular a nossa vida, o que faz com que, para além de janeiro ser, todos os anos, um mês que naturalmente favorece as novas rotinas e as decisões de mudança, neste ano essa energia esteja ainda mais vincada, sendo um mês com uma forte carga propícia a ações radicais e a grandes e poderosas mudanças.

Vénus entra em Aquário logo no dia 2, o que faz com que possa sentir necessidade de desapegar-se do que lhe pesa, do que o oprime e daquilo que sente que já não está de acordo com a pessoa que hoje é, como se sente e com o que se identifica.

No dia 12 Marte deixa de estar retrógrado, o que acentua exponencialmente a vontade de agir, deitar mãos à obra, sair do limbo e da confusão mental em que pode ter estado imerso nos últimos tempos. Marte está em Gémeos, agilizando os processos mentais e ajudando-nos a atuar de forma assertiva, a expor ideias, a expressar opiniões e a pôr em marcha aquilo que desejamos ver construído na nossa vida.

No dia 18, é Mercúrio que também deixa de estar retrógrado, e isso propicia o esclarecimento de situações, ajudando a que seja mais fácil ver com clareza quais são os passos que deve tomar para retificar as suas escolhas e apurar melhor o sentido em que está a seguir, as direções que tem tomado na sua vida pessoal e profissional e, até, em relação à maneira como cuida de si próprio e à sua filosofia de vida.

O Sol entra em Aquário no dia 20, acentuando a necessidade de liberdade e de reclamar o seu espaço individual, e esta energia atinge o seu ponto máximo no dia 21, com a Lua Nova neste signo, que ajuda a ver com clareza quais são os aspetos da sua vida que precisam de ser mudados e de que forma pode libertar-se do peso excessivo que arrasta atrás de si ou que carrega sobre os seus ombros.

No dia 22, há uma espécie de "explosão" cósmica a este nível, uma vez que Úrano, o planeta regente de Úrano, deixa de estar retrógrado, o que pode ajudar a desbloquear situações e a "deitar cá para fora" aquilo que precisava de dizer... tenha atenção, pois é provável que se sinta especialmente tenso e irritável durante estes dias (20 a 22), principalmente se não puder agir de acordo com a sua vontade ou concretizar os seus planos como gostaria.

A 22 de janeiro tem início o novo ano Chinês, que será o Ano do Coelho de Água e que traz uma energia ágil, inquieta e que pode ser surpreendente. O Coelho carateriza-se por ser criativo, visionário, curioso e sensível, com uma intuição apurada mas alguma inconstância e dificuldade em tomar decisões.

A energia do novo ano chinês favorece as descobertas e incentiva-nos a explorar outros recursos, convidando-nos a desbravar territórios que desconhecemos, mesmo que não estejamos seguros em relação ao caminho por onde devemos seguir. O espírito de descoberta será o melhor guia para atravessar o desconhecido, e a flexibilidade e a recetividade ao que a vida nos apresenta poderá fazer com que as oportunidades venham ao nosso encontro e com que as situações com que nos deparamos se convertam em bênçãos.

No dia 26, Vénus deixa Aquário e entra no signo Peixes, acentuando a vontade de explorar o nosso subconsciente, de compreender as nossas motivações mais profundas e aquilo que os outros guardam para si próprios.

O mês astrológico termina com a Lua em Quarto Crescente no signo Touro, no dia 28, que nos dá maior firmeza e convicção em relação às nossas metas, assim como uma grande determinação para deitar mãos à obra e procurar alcançar resultados mais palpáveis.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.