A venda de livros físicos cresceu em 2021, apesar do aumento dos preços. Segundo um estudo internacional da consultora GfK, divulgado esta tarde, as livrarias portuguesas venderam mais 16,6% de obras impressas durante o ano transato. Ainda assim, a procura continua aquém dos valores pré-pandemia. A exceção vai para as novelas gráficas japonesas, que duplicaram as vendas. Os álbuns de banda desenhada, também em contraciclo, cresceram 72,7%.

"Em Portugal, durante o ano de 2021, o preço médio dos livros sofreu um ligeiro aumento, correspondente a mais 1,2%, sendo atualmente equivalente a 13,34 €", informa a GfK Portugal em comunicado de imprensa. "Pode, assim, aferir-se que a evolução positiva das vendas foi acompanhada de um aumento moderado dos preços médios, na maioria dos países inquiridos, devido também, em parte, ao aumento geral do custo de vida", refere a empresa de estudos de mercado.

Livros de autores portugueses que acabam de chegar ao mercado
Livros de autores portugueses que acabam de chegar ao mercado
Ver artigo

Para além de Portugal, foram analisados os números das vendas na Alemanha, Bélgica, Brasil, Espanha, França, Holanda, Itália e Suíça. Em tempo de pandemia, o interesse da maioria dos leitores mudou. Os portugueses não foram exceção. "Os guias e os livros de não ficção sobre saúde, [com] conselhos sobre temas relacionados com a vida, a psicologia e os assuntos esotéricos, tiveram, na maioria, um desempenho acima da média", revela ainda a GfK. "Uma tendência também verificada foi o consumo de livros infantojuvenis, que registaram um crescimento médio acima dos níveis do mercado dos livros no geral, mais 21%", informa este organismo.

"Paralelamente, o consumo de livros de youtubers conquistou, igualmente, uma grande popularidade no ano de 2021, particularmente entre os públicos mais jovens", refere a consultora. Dos mercados analisados, o francês foi o que registou um maior aumento, com um crescimento de 21,2%. Em segundo lugar, surge o brasileiro, com 18,8%. O terceiro lugar da lista é ocupado pelo mercado espanhol, com um aumento de 16,3%. O alemão não foi além dos 2,9%.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.