O Produto Interno Bruto (PIB) mundial deverá diminuir cerca de 5,2% em 2020 por causa da pandemia viral de COVID-19 que obrigou milhões de empresas em todo o mundo a suspender temporariamente o negócio para travar o avanço do novo coronavírus. A confirmar-se esse valor, será a recessão mais grave desde a II Guerra Mundial, avançou esta tarde o Banco Mundial. As consequências do surto para a economia global podem ser ainda piores do que aquelas que os analistas previam.

De acordo com as estimativas deste organismo, entre 70 a 100 milhões de pessoas passarão a viver em situação de pobreza extrema. A redução de 5,2% da economia global apontada pelo Banco Mundial é superior aos 4,4% que a consultora internacional Coface, com escritórios em Portugal, tinha avançado horas antes. Não havendo uma segunda vaga do surto e confirmando-se a previsão de recuperação já calculada, em 2021 o crescimento do PIB mundial será, segundo esta empresa, na ordem dos 5,1%.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.