Sejamos honestos, viajar, passear, conhecer e explorar, é o melhor da vida, não é?

Infelizmente sempre que fazemos deslocações, a nossa pegada ecológica aumenta bastante. Viajar de avião, por exemplo, é tudo menos "zero waste".

Sempre tive muito cuidado nas minhas viagens e nunca dei "férias" à minha preocupação ecológica. De há uns anos para cá tenho redobrado a atenção e tentado fazer ainda melhor.

Neste artigo, trago-vos dicas para quem quer o melhor de dois mundos: ser mais "limpo" e viajar. São pequenos truques que fui aprendendo com o tempo e que agora partilho convosco. Acredite, pequenas coisas fazem mesmo a diferença. Não dê a si mesmo a desculpa que "não tem qualquer impacto recusar louça descartável num avião onde viajam 300 pessoas que não a recusam ". Outros querem fazer o mesmo e a verdade é que nunca sabe quem e quantas pessoas vai influenciar com a sua ação

Vamos viajar, sim, mas vamos tentar fazê-lo da forma mais ecológica possível.

Ao viajar de avião

Pense no ambiente

A maioria das companhias aéreas já permite que os clientes adiram ao programa de compensação das emissões de CO2 [reajustado este 2020 face à pandemia de COVID-19] de forma a compensarem as emissões de CO2 resultantes dos seus voos. Isto é feito durante o ato da compra dos bilhetes. Após um cálculo das emissões, o cliente contribui com um valor para projetos normalmente de cariz ecológico. Quando comprar o seu bilhete, tenha esta opção em consideração e avalie a política ambiental de cada companhia.

Como fazer um delicado desodorizante natural?
Como fazer um delicado desodorizante natural?
Ver artigo

Não imprima os bilhetes

Use o seu telemóvel para aceder aos transportes públicos. A maioria dos transportes já permite comprar bilhetes online e mostrá-los no momento de embarque sem necessidade de imprimir.

Faça as malas de forma eficiente

As malas e o tipo de artigos que levamos, dependem do tipo de viagem que vamos fazer e do tamanho da bagagem.

Se a viagem se fizer de carro, não estamos limitados pelo tamanho de malas. Vou, no entanto, traçar aqui um outro cenário, viajar de avião, apenas com bagagem de cabine e de tamanho reduzido.

Não nos podemos alargar na quantidade de coisas que levamos, por isso a roupa tem de ser o mais simples possível, com peças que combinem entre elas. Esqueça as coisas que não são estritamente necessárias e leve o casaco vestido para não ocupar espaço na mala.

A parte mais complicada para quem não quer consumir descartáveis, plástico e produtos nada ecológicos, são sem dúvida os artigos de casa de banho.

Mais uma vez, depende do número de dias que se viaja e de como se viaja, mas tendo de reduzir ao máximo.

Os essências na bagagem

Champô sólido: não tenho de me preocupar com as regras dos líquidos e, no meu caso, serve ainda de sabão para o corpo. Sei que não é o ideal, mas quando se quer poupar espaço é uma solução. E, afinal de contas, são apenas uns dias. Caso tenha mais espaço na bagagem, levo o sabão artesanal para o corpo.

Não tenho saboneteira de metal ou bambu e não vou a correr para comprar uma. Tenho uma que era da minha mãe, em plástico e que serve perfeitamente. Se já existe, não faz sentido descartar. Quando esta se estragar, aí sim, comprarei outra de materiais mais ecológicos.

Escovas de dentes de bambu: Mais uma vez, não tenho caixa para escovas e não vou comprar uma quando posso usar a imaginação. As saquetas que embalam alguns ingredientes que não consigo encontrar a granel servem perfeitamente e não ocupam espaço.

Lixo zero em viagem: a oportunidade de fazermos mais por nós, pelos outros e pelo planeta
créditos: Blogue "Nem Acredito Que é Saudável"

Pasta de dentes: levo a pessoal. Se for das mais complicadas como as da Georganics que vêm em frasco de vidro, coloco um bocado num frasco ainda mais pequenino para ocupar menos espaço. Se for a pasta de dentes feita por mim faço o mesmo. Já se for a pasta de dentes Couto, que também uso de vez em quando, levo o tubo inteiro.

Hidratante: se estiver a poupar espaço, levo um hidratante multiusos. O eleito? o óleo de argão. O óleo de coco também é uma opção, mas para a minha pele e cabelo não funciona. De qualquer modo, ambos são práticos, porque pode usar para hidratar a sua pele, tanto a do corpo como a do rosto e ainda as pontas do cabelo. Um único frasquinho dá para cobrir uma série de necessidades.

Toalhitas húmidas: não usamos, fico longe delas. Só se usam uma vez e dificilmente se degradam. Mas se gosta de as usar, pode fazer as suas em casa e levar.

Levo sempre sacos de pano para comprar alguma coisa que precise, não pesam e cabem na mochila.

Lixo zero em viagem: a oportunidade de fazermos mais por nós, pelos outros e pelo planeta
créditos: Blogue "Nem Acredito Que é Saudável"

Talheres de madeira: ou os talheres do "desenrasca". Raramente os preciso de usar, mas levo sempre comigo para alguma situação ou caso seja necessário comer nalgum lado em que os talheres sejam descartáveis. São ótimos para usar no avião.

Lenço de pano: sim, eu uso lenço de pano. Tenho daqueles que as avós bordavam e andam sempre comigo para todo o lado.

Garrafa reutilizável, para não comprar água engarrafada. A grande precaução é beber toda a água antes de fazer o check-in para o avião. Após passar, pode encher a sua garrafa na casa de banho ou pedir nalgum café ou restaurante.  Também a pode usar no avião para encher com alguma bebida que lhe apeteça quando lha forem oferecer. Assim evita o uso dos copos descartáveis que normalmente dão nos aviões ou noutros transportes.

Alimentação

Levo sempre snacks de casa. Assim evito a compra de snacks empacotados e inflacionados a bordo ou enquanto espero pelos transportes.

Se tiver de almoçar ou jantar a bordo, também pode levar de casa. O melhor são as sandes e as empadas ou pastéis. Líquidos e purés não são permitidos.

Se levar a sua refeição, evita aquelas que lhe são servidas em embalagens descartáveis e, sinceramente, com uma qualidade muito duvidosa.

Use os seus talheres se os que lhe derem forem descartáveis, e encha a sua garrafa com a bebida em vez de usar os copos de plástico ou de espuma.

Lixo zero em viagem: a oportunidade de fazermos mais por nós, pelos outros e pelo planeta
créditos: Blogue "Nem Acredito Que é Saudável"

Alojamento

Prefiro sempre ficar em alojamento local, assim posso fazer as minhas refeições e é mais fácil separar os lixos.

Se ficar em hotéis, levo sempre o lixo reciclável comigo cada vez que saio.

Não uso (nem trago) os produtos de casa de banho que normalmente nos oferecem.  São simpáticos, é verdade, mas é um desperdício de embalagens que são usadas apenas uma vez.

Se ficar mais que um dia no mesmo hotel peço para não mudarem as roupas da cama e as toalhas da casa de banho todos os dias. Não faz sentido, se não o fazemos na nossa casa porque o fazemos no hotel? É um desperdício de água, energia e detergente (que polui).

No destino de viagem

Prefiro comer em restaurantes de comida local, fico a conhecer a gastronomia e evito restaurantes em que a louça é descartável.

Mesmo que tenha uma alimentação diferente, pode usar aplicações para procurar restaurantes que lhe convenham.

Quando vou às compras, levo os meus sacos de pano e recuso sempre os recibos em papel.

Sempre que posso, utilizo os transportes públicos. É uma maneira de conhecer o local e os locais e poupar ainda nas emissões de CO2 e na carteira.

Esqueça os souvenirs, principalmente se forem de plástico. Se quer oferecer algo, escolha um produto do artesanato local feito com materiais naturais.

Para rematar

Viajar de forma mais limpa e ecológica é possível. Não creio, no entanto, que seja possível fazê-lo "zero waste".

Se é fácil? Não é. Somos muitas vezes olhados como alienígenas, mas também sei que somos olhados com admiração e como exemplo.

Se se passa por situações complicadas? Sim, claro. Por vezes as escolhas que temos fora da nossa casa e rotina não são nada fáceis e a opção é escolher o mal menor.

Para mim, o ideal é tentar fazer o melhor que posso, mesmo que ponha em causa muitas vezes o meu conforto e complique a vida. Sei que não consigo ser tão rigorosa como sou no meu ambiente, mas tento deixar a pegada o mais pequena possível.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.