Antes de avançar com o investimento em painéis solares, é necessário conhecer os vários tipos de equipamentos que existem e como funciona cada um, e perceber quais os seus benefícios e desvantagens antes de dar este passo. Neste artigo, vai poder descobrir com a Bling Energy, os principais painéis solares disponíveis no mercado e os seus prós e contras, para que tome uma decisão consciente e informada.

Monocristalinos

Este tipo de painéis é composto por um único cristal de silício ultrapuro, sendo mais eficiente (entre 15% e 25%) que os restantes sistemas. No entanto, por essa mesma razão, implica um maior investimento monetário, uma vez que os seus custos de produção são também mais elevados. A sua alta potência, durabilidade - a sua vida útil pode ultrapassar os trinta anos -  e o seu tamanho reduzido são as suas principais vantagens.

Policristalinos

Em contraste, os policristalinos são constituídos por cristais de silício menores e menos nobres, tais como o cobre e o ferro. Por conseguinte, a sua eficácia é inferior (entre 10% e 15%). Apesar deste tipo de painéis acabar por ter um preço inferior, a perda de eficiência, o seu grande tamanho e a alta sensibilidade a temperaturas elevadas tornam-no num sistema mais limitado.

Bifaciais

Os painéis bifaciais são formados por duas faces de células que produzem eletricidade. A face superior fica voltada diretamente para o sol para absorver a luz, enquanto a inferior capta a radiação indireta refletida pela área na qual o painel encontra-se instalado. Estes painéis podem ter níveis de eficiência bastante altos, mas vão sempre depender da capacidade de reflexão da área onde o painel estiver instalado.

Filme Fino

Tal como o nome indica, este tipo de painéis são feitos de estruturas muito finas que são facilmente integradas em telhas, vidros e alvenaria, permitindo que estes materiais produzam eletricidade. Devido à sua fabricação em silício amorfo, telureto de cádmio ou gálio com propriedades fotovoltaicas, estes painéis são leves e flexíveis. A sua eficiência é menor (entre 7% a 10%) e o seu tamanho muito maior. Além disso, esta é uma solução menos sensível a temperaturas baixas e a pouca luz solar, e mais agradável esteticamente. Por essa razão, é frequentemente utilizado em grandes instalações públicas. Não obstante, o seu tempo de vida útil não passa dos quinze anos habitualmente.

Térmicos

Contrariamente aos painéis solares apresentados anteriormente, estes não são compostos por células fotovoltaicas. Funcionam através da armazenação de um fluido num depósito, ou acumulador, que transfere o calor oriundo da captação prévia da luz solar para os sistemas de aquecimento doméstico. Existem três tipos de painéis solares térmicos: coletores de baixa, média e alta temperatura. Os primeiros suportam temperaturas de até 50 ºC e são utilizados para fornecer energia e água quente. Os segundos trabalham da mesma forma e anexam uma cobertura transparente que minimiza as perdas de calor, podendo atingir os 90 ºC. Finalmente, os terceiros têm duas tampas sobre o conversor, possibilitando o seu funcionamento a 150 ºC, sendo maioritariamente usado em centrais térmicas.

Híbridos

Este sistema combina as tecnologias de aquecimento de água e de produção de energia num só painel, o que significa que funciona tanto como painel fotovoltaico e térmico em simultâneo. Perante altas temperaturas, este é o painel que produz mais energia, de resistência e durabilidade elevadas. Contudo, por ser o sistema disponível há menos tempo no mercado, ainda não é tão comercializado quanto os restantes, avultando, consequentemente, o seu preço.

Agora que já tem uma noção de em que consistem os diferentes tipos de painéis solares disponíveis no mercado, procure um especialista em energia para ajudá-lo a tomar a decisão acertada. É fundamental que a sua casa seja analisada e que se encontre a melhor solução para si de acordo com as características do seu lar e as suas necessidades antes da aquisição de qualquer um dos sistemas apresentados pela Bling Energy. Desta forma, vai poder poupar algum dinheiro no final do mês e o meio ambiente também agradece.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.