Conheça abaixo as grandes universidades e estabelecimentos de ensino superior dessa região e compare-as com as melhores universidades portuguesas.

 Região sul: Alentejo e Algarve

Universidade do Algarve (UAlg)

Fundada em 1979, a Universidade do Algarve é uma faculdade pública que se divide em dois campus. Devido ao crescimento do número de estudantes que frequentam este estabelecimento de ensino, um localiza-se em Faro (o original) e outro em Portimão (este edifício serve unicamente o curso de Turismo).

No total, o número de estudantes é cerca de 8000. Os cursos são bastante diversificados e abrangem todo o tipo de áreas— desde ciências humanas, comunicação ou medicina. Exemplos de alguns dos 40 cursos oferecidos pela Universidade do Algarve são os de Enfermagem, Economia, Desporto, Artes Visuais ou Ciências da Comunicação.

Atualmente a universidade é o resultado da união das duas instituições algarvias que existiam antigamente: a Universidade do Algarve e o Instituto Politécnico de Faro (o Instituto Politécnico de Faro acabou por ser extinto).

A UAlg é assim uma instituição diferente das outras pelo facto de coexistirem duas unidades orgânicas do ensino superior: o universitário e o politécnico.

  • Propinas: 871,52€ (valor anual). Estas podem ser liquidadas em oito prestações mensais, sendo a primeira de 186,52 € no ato da matrícula ou inscrição e as seguintes três de 115 € nos meses de outubro a dezembro. As últimas prestações dos meses de fevereiro, março, abril e maio são de um valor de 85 €.

O valor da propina é igual independentemente do curso escolhido.

Universidade de Évora (UÉ)

A Universidade de Évora foi a segunda universidade a ser fundada em Portugal, pois após a fundação da Universidade de Coimbra existiu a necessidade de construir um estabelecimento universitário que servisse o sul do país. A sua inauguração decorreu no dia 1 de novembro de 1559 e atualmente ainda neste dia se comemora o aniversário da faculdade com uma cerimónia de abertura solene do ano académico.

A UÉ apresenta também um vasto leque de cursos. Desde as Artes até à área de Ciências e Tecnologias, alguns dos que se podem destacar são a Arquitetura, Design, Ciências da Educação, Economia, Psicologia, Ciências do Desporto e Enfermagem.

  • Propinas: 871,52 € (valor anual).

Caso o semestre não corra bem e alguma unidade curricular tenha de ser repetida, o valor da propina aumenta 25 € se estiver inscrito na unidade curricular isolada que foi deixada por fazer.

Fora da região Sul: as melhores universidades do país

Universidade do Porto (U. Porto)

Foi considerada a melhor universidade portuguesa em 2018 no ranking World University do QS, ocupando o 328º lugar mundial. Fundada em março de 1911, as suas origens remontam ao século XVIII, onde era especializada nas áreas das Ciências, Artes e Medicina.

Vários dos seus cursos são resultados de iniciativas conjuntas das suas faculdades, permitindo assim combinar diferentes saberes. Exemplo disso é a combinação de Ciências da Comunicação, Bioquímica e Bioengenharia no prestigiado programa do doutoramento em Biologia Básica e Aplicada (GABBA).

  • Propinas da licenciatura: 871, 52 € (valor anual do ano letivo de 2019/2020).

O único custo adicional à matrícula que existe são 1,95 € de seguro escolar.

Os Serviços de Ação Social (SASUP) apresentam nove residências universitárias com a capacidade de acolher cerca de 1200 estudantes. Distribuídas pelos três polos da universidade, as residências apresentam uma oferta de quartos individuais, grupos ou ainda quartos de casal.

  • Alojamento: 75 € para alunos bolseiros e 160 € para alunos não-bolseiros(valor mensal).
  • Custos totais: 576,47 € (anualmente).

Os custos de uma licenciatura podem ser dispendiosos, principalmente quando se tem de deslocar de cidade ou região. Se não tiver rendimento para investir na educação dos seus filhos, sempre pode optar por um crédito pessoal de formação. A oferta é variada. Basta escolher a melhor opção para si.

Universidade de Lisboa (ULisboa)

Ocupando a 355ª posição no QS World University Rankings 2018, a Universidade de Lisboa é a segunda melhor instituição em Portugal para estudar. Além disso, é uma das maiores universidade do país e da Europa.

Também é responsável por receber cerca de 6.900 estudantes internacionais provenientes de mais de cem países, o que representa cerca de 14,5% do total da população estudantil. Exemplos de faculdades pertencentes a esta instituição são a Faculdade de Arquitetura, a Faculdade de Farmácia, a Faculdade de Direito e a Faculdade de Letras.

  • Propinas: 871,52 € (valor da licenciatura anual); 1.063,47 € (valor anual da licenciatura com mestrado integrado).

Na ULisboa também se encontram disponíveis 24 residências universitárias, sendo que 19 são destinadas a estudantes. Os preços variam entre os 76 € e os 180 €.

Assim, os custos totais serão de aproximadamente 3.535,52 €.

Para ler mais sobre crédito pessoal de formação, veja o artigo completo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.