Foi imitado em laboratório o processo natural de formação dos ossos. A técnica foi criada por uma equipa de especialistas da Universidade Tecnológica de Eindhoven, nos Países Baixos.

Esta foi a primeira vez que foi possível acompanhar microscopicamente o processo de formação e desenvolvimento da estrutura óssea.

O tecido criado por estes cientistas foi desenvolvido com fibras de colagénio (o composto mais abundante do esqueleto e da pele), com as quais foi possível formar uma estrutura base onde é depositado o fosfato de cálcio (o  mineral ósseo mais importante). Esta estrutura e o depósito do mineral potenciam a formação de cristais microscópicos, reproduzindo o crescimento que confere força e rigidez ao osso.

Em cooperação com esta universidade está o Instituto Nacional de Investigação em Cerâmica de Itália, que lançou recentemente um método de criação de ossos a partir de madeira japonesa de rattan, e que está a desenvolver novos implantes ósseos feitos com base nesta descoberta.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.