O sentido do olfacto está relacionado com o paladar e, por isso, a percepção do aroma combina as papilas gustativas e os receptores olfactórios. O olfacto é o mais sensível dos sentidos.

Pelo nariz, o seu órgão exterior, somos capazes de detectar 10 000 odores. E, juntamente com o paladar, activa o apetite e dá instruções ao cérebro para estimular também as papilas gustativas.

De acordo com alguns especialistas, cheirar é uma aventura e uma fonte de bem-estar. O seu papel como factor agradável da vida foi o que deu origem à aromaterapia, técnica holística que consiste em melhorar ou curar problemas de saúde através do cheiro de diferentes óleos essenciais vegetais concentrados. Existem uns mais frescos, outros mais quentes, uns frios outros doces. Todos têm o seu efeito sobre o nosso olfacto e, por conseguinte, sobre o nosso corpo.

São inalados pelo nariz, por onde sentimos os odores que, assim, alcançam a mucosa olfactiva, onde se encontram as células olfactivas sensoriais, as células que sustentam as células basais. O muco aquoso é responsável por transportar os aromas aos cílios, que transformam estes odores em sinais químicos.

Problemas frequentes

Carlos de Freitas, otorrinolaringologista na Clínica de Otorrinolaringologia da Boavista, no Porto, decifra os mais comuns:

- Constipação
É a congestão da mucosa respiratória, com inflamação, secreção e obstrução do nariz.

- Rinite alérgica
É uma inflamação da mucosa nasal causada por uma reacção anómala ao polén ou ao pó, entre outros, originando pingo nasal, espirros, comichão.

- Pólipos
São degenerescências da mucosa nasal, por edema.

- Sinusite
Costuma ser uma complicação de constipações intensas ou mal tratadas. Deve-se à inflamação da mucosa no interior dos ossos do rosto. Pode complicar-se com febre e mal-estar geral. Cura-se com antibiótico.

Para cheirar bem

Este sentido melhora quando se inala com força, já que, assim, mais substâncias chegam aos receptores olfativos.

Os especialistas desaconselham o uso de gotas nasais pelo seu
efeito de rebound, no  princípio, desentopem o nariz mas, de seguida,
secam as fossas nasais.

Aconselham banhos com água destilada e sal
marinho, nas farmácias comercializam-se embalagens práticas de água
salgada com pulverizador.

O zinco, mineral contido nas carnes vermelhas, nas leguminosas e
nas ostras, favorece e estimula notavelmente o desenvolvimento do
sentido do olfacto. Deve, por isso, procurar incluir regularmente estes produtos na sua alimentação.

Texto: Madalena Alçada Baptista com Carlos de Freitas (otorrinolaringologista na Clínica de Otorrinolaringologia da Boavista no Porto)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.