A língua é o órgão do paladar e da fala. Percebemos o paladar através da língua, quando está molhada; estando seca não se poderá percepcionar o paladar.

A língua é também o órgão vital da fala, usada para transmitir palavras, pensamentos, conceitos, ideias e sentimentos. O exame feito neste órgão revela muito do que se passa no corpo.

Quando observa a sua língua, o que encontra? Observe o tamanho, a forma, o contorno, superfície e cor. O que verifica?

Quando a língua está pálida, pode indicar uma condição de falta de sangue no corpo ou alguma tendência anémica. Se estiver amarelada, poderá existir um excesso de bílis na vesícula biliar ou algum tipo de desordem hepática. Se estiver com um tom azulado/ arroxeado, poderá existir algum tipo de problema no coração.

A língua está “dividida” por partes que se relacionam com os diferentes órgãos do corpo

Se houver descolorações, depressões ou elevações em determinadas áreas da língua, os respetivos órgãos podem estar com algum problema. Por exemplo, se detetar impressões dos dentes no contorno da língua, poderá indicar alguma dificuldade de assimilação pelo intestino.

O ayurveda, utiliza a língua como uma forma de diagnóstico sobre o que se passa no interior do corpo, relacionando alguns dos sintomas referidos, aos doshas (vata, pitta e kapha) e respetivos órgãos ou funções associadas.

Assim, uma língua esbranquiçada indica um distúrbio de Kapha e acumulação de mucosidade; uma cor mais avermelhada ou amarelo-esverdeado, indica desordem de Pitta e uma cor mais acastanhada indica perturbação de vata.

No Ayurveda falamos dos doshas /biotipos com base nos elementos da natureza que os constituem . Quando falamos de vata, referimo-nos a ar e éter (espaço circundante); Pitta, representado por fogo e terra e Kapha, tendo por base os elementos água e terra. Estes elementos e doshas têm uma relação direta com tudo o que acontece no corpo, podendo haver aumento ou diminuição de funcionamento dos mesmos e provocando desequilíbrios.

No caso concreto de manifestação de sintomas do corpo, visíveis no diagnóstico da língua, alem da cor deste órgão e respetivos indicativos dados, o Ayurveda considera também a linha que se vê no centro da língua.

Uma película que cobre a língua, indica toxinas no estômago, no intestino delgado ou no intestino grosso. Se apenas a parte posterior estiver coberta, as toxinas encontram-se situadas no intestino grosso. Se a cobertura estiver presente no meio da língua, as toxinas estão no estômago e no intestino delgado.

Se uma linha se estender ao longo da língua na parte central, poderá indicar que as emoções ficaram retidas ao logo da coluna vertebral. Acrescenta-se ainda que se a linha não estiver direita e tiver em alguma zona, inclinando para algum dos lados poderá indicar uma deformação na curvatura da coluna.

A língua é assim um ótimo diagnóstico auxiliar no processo de toda a consulta de Ayurveda e que nos permite, em conjunto com outros diagnósticos, avaliar o estado físico e até emocional da pessoa.

Texto: Brahmi.pt

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.