A Biocodex acaba de lançar em Portugal o Colpofix, o único gel vaginal em spray que estimula a reparação dos tecidos, evitando que o HPV (papilomavírus humano) se instale e provoque lesões no colo do útero.

Este dispositivo médico é inovador no que respeita à sua fórmula, método de administração e à forma anatómica do aplicador.

O gel vaginal Colpofix é pulverizado em gotículas finas para alcançar facilmente e revestir uniformemente a mucosa cervico-vaginal. As suas propriedades muco-adesivas previnem eventuais perdas.

Colpofix® Gel vaginal em spray

Colpofix® Gel vaginal em spray é um dispositivo médico disponibilizado em frascos de 20 ml + 10 aplicadores descartáveis.

Trata-se de um tratamento útil para manter as condições fisiológicas da zona de transformação cervico-vaginal em caso de alterações devidas ao VPH (Vírus do Papiloma Humano).

O Colpofix atua localmente através de vários mecanismos:

- Graças ao seu modo de administração em spray e à sua capacidade de aderência, o Colpofix forma uma película que protege a mucosa cervico-vaginal da atividade nociva dos agentes microbianos externos.

- Graças às suas propriedades hidratantes, o Colpofix ajuda a manter as condições fisiológicas de uma região do colo do útero chamada zona de transformação cervico-vaginal, exposta a alterações devidas ao HPV.

- O Colpofix ajuda a manter um pH favorável à microbiota vaginal.

O que é o HPV?

A infeção por HPV é uma das infeções de transmissão sexual mais comuns a nível mundial. Existem mais de 200 tipos diferentes de HPV, muitos dos quais com potencial cancerígeno. De acordo com as estatísticas, cerca de 75 a 80% das pessoas sexualmente ativas vão passar por uma infeção deste tipo em algum momento das suas vidas.

Em 85% dos casos, as lesões causadas pelo HPV saram de forma espontânea. Mas até isso acontecer, estas lesões são muitas vezes geradoras de ansiedade.

A maioria das pessoas infetadas com HPV não apresenta quaisquer sintomas. Por se tratar de uma infeção assintomática, é importante consultar regularmente o ginecologista, o qual irá realizar alguns exames simples para verificar se existem lesões, proceder ao acompanhamento e decidir o tratamento.

Os principais fatores de risco para o desenvolvimento de lesões pré-cancerígenas são: o tipo de vírus, por exemplo, os tipos 16 e 18 causam aproximadamente 70% dos cancros do colo do útero; o sistema imunitário da mulher infetada; e o tabagismo.

O HPV pode ser contraído através de sexo oral, vaginal e anal com alguém infetado pelo vírus. O uso de preservativo pode reduzir a probabilidade de transmissão do HPV, embora não a evite completamente.

Biocodex

O teste de Papanicolau ou a citologia vaginal ajudam a identificar o aparecimento de lesões no colo do útero num estadio muito precoce. O teste ao HPV, para além de detetar a infeção, identifica o tipo de vírus.

Nem todas as lesões ou infeções causadas por HPV se transformam em cancro. No entanto, a realização de exames ginecológicos regulares é crucial, dado que os tumores malignos do colo do útero podem ser evitados com a deteção precoce da infeção e/ou lesões no colo uterino.

As consultas de ginecologia são essenciais. Ao ajudar a prevenir o risco de lesão e a reparar os tecidos, uma das mais-valias do Colpofix é a redução da ansiedade das mulheres entre as idas ao médico.

Fale com o seu médico assistente sobre Colpofix e avalie se o mesmo se adequa à sua situação.


Colpofix® Gel vaginal em spray é um dispositivo médico disponibilizado em frascos de 20 ml + 10 aplicadores descartáveis. Colpofix® é um tratamento útil para manter as condições fisiológicas da zona de transformação cervico-vaginal em caso de alterações devidas ao VPH (Vírus do Papiloma Humano). A cor do gel está sujeita a variações. Esta alteração de cor não prejudica a qualidade do produto. O produto é para uso vaginal. Não o ingira. Se estiver grávida ou possivelmente grávida, e sob tratamento farmacológico local em simultâneo, o produto só deve ser utilizado mediante indicação do seu médico ou farmacêutico. O produto não se destina a uso pediátrico. Manter fora da vista e do alcance das crianças. O uso prolongado do produto, como acontece com todos os produtos tópicos, pode causar sensibilidade local ou irritação. Se isso ocorrer, interrompa a utilização e consulte o seu médico ou farmacêutico. Não utilizar se souber que é alérgico a algum dos componentes. Não utilizar o produto se a caixa ou cânula estiverem danificadas ou apresentarem sinais de utilização quando for aberto pela primeira vez. Não utilizar o produto após a data de validade. Utilizar o produto de acordo com as instruções de utilização. Cada cânula destina-se apenas a uma única utilização e não deve ser reutilizada. Data da revisão do texto: 05/2020. Leia cuidadosamente a rotulagem e as instruções de utilização. Para mais informações contacte: Biocodex Unipessoal Lda., Avenida Da República 18, 11°, 1050-191 Lisboa, NIPC 515036684. Email: info@biocodex.pt. Tel: 211 319 134. CO.0023/2021

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.