Uma investigação iniciada há alguns anos e apresentada no Congresso Internacional da Sida em Viena de Áustria, concluiu que um gel vaginal que contém cerca de 1% da substância antirretroviral tenofir pode reduzir até 54% o risco de contaminação do vírus da sida.

O estudo foi realizado com quase 900 mulheres seronegativas tendo metade elas experimentado o gel, no máximo, 12 horas antes e pouco depois de cada relação sexual.

Os resultados revelaram que a incidência do VIH diminuiu em 54% entre as mulheres que usaram o gel microbicida em mais de 80% das suas relações sexuais. Após inúmeros ensaios clínicos falhados com outras substâncias, este estudo traz uma nova esperança para a prevenção de contágio de VIH em mulheres com parceiros seropositivos ou poligâmicos. Porém, são necessários ensaios clínicos adicionais para confirmar os resultados, não existindo ainda uma data prevista para a comercialização deste gel.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.