O uso de dispositivos digitais aumentou nas últimas décadas com a disseminação do uso de tablets e smarpthones. Com isso, a síndrome da visão do computador (SVC) tornou-se recorrente, afetando já milhões de pessoas em todo o mundo.

Quando se está à frente de um ecrã, os olhos estão a constantemente a focar e desfocar, reagindo a diferentes estímulos de imagens... Esta situação exige do cérebro e do sistema visual um esforço de seguimento e acomodação, que seria normal para o ser o humano se não fosse efetuado durante tantas horas seguidas.

Se a esta situação juntarmos a possibilidade de um indivíduo ter algum tipo de problema visual não corrigido - como astigmatismo, hipermetropia, presbiopia ou problemas acomodativos e de convergência - ou ainda pouca luz, distâncias incorretas e má postura, o caso complica-se.

Apesar de não haver provas concretas de que a utilização do computador seja, por si só, causadora de problemas visuais a longo prazo, o seu uso de forma regular pode originar desconforto e stress visual.

Os sintomas poderão ser

- Visão turva;

- Visão dupla;

- Olhos secos e vermelhos;

- Irritação ocular;

- Dores de cabeça;

- Dores no pescoço e ombros;

A luz azul

A luz azul que é emanada pelos ecrãs, luzes fluorescentes e lâmpadas led tem sido alvo de estudos, porque os olhos não possuem filtro para esse tipo de luz, não podendo bloqueá-la ou refleti-la. O sol também radia luz azul.

O que se sabe é que a interação da luz azul com as células da retina pode levar à morte dos fotoreceptores, apesar de o organismo ter mecanismos para lutar contra isso. No entanto, com o tempo e idade, vai perdendo essa habilidade, o que poderá acelerar o aparecimento da Degeneração Macular Relativa à Idade (DMRI), patologia incurável da retina que pode surgir a partir dos 50 ou 60 anos, levando à perda de visão.

Importa frisar que não se deve banir totalmente a luz azul do dia a dia, pois tem grande influência no relógio biológico e no ciclo vigília-sono.

A Alberto Oculista, S.A. é especialista em conforto e saúde ocular.

Desde 1984 que a Alberto Oculista tem como foco o atendimento personalizado ao cliente com qualidade e profissionalismo. Atualmente, encontra-se presente em Portugal e a nível internacional em Espanha, Madrid, contando com mais de 60 lojas.

Visite as lojas Alberto Oculista, realize o seu exame visual gratuito junto dos profissionais e conheça as melhores marcas do mercado: Prada, Ray-Ban, Vogue, Gucci, D&G, Tom Ford, Cartier, Tous e Carolina Herrera.

Serviços disponíveis: Optometria, Consultas de Oftalmologia, Contactologia, Tipografia Corneal e Audiologia.

Como salvaguardar a saúde dos olhos?

1. No que diz respeito à SVC, recomenda-se que utilize a regra 20-20-20, ou seja, ao fim de 20 minutos olhar para um objeto a 20 pés de distância durante 20 segundos;

2. Corrigir com o seu especialista da visão qualquer eventual problema visual;

3. Usar lágrimas artificiais para refrescar os olhos quando os sente secos e não esquecer de pestanejar com frequência;

4. Ter luz ambiente suficiente e que não cause reflexos nos ecrãs;

5. Em relação à luz azul, de forma preventiva, pode adquirir lentes para as atividades em que usa os ecrãs digitais, com o bloqueio da luz azul;

6. Tomar complementos vitamínicos ricos em luteína que são importantes para a retina e um reforço na prevenção da DMRI;

7. Usar de óculos (de sol ou não) com proteção UV, pois essa radiação também pode ser responsável pelo aparecimento precoce de cataratas ou outras patologias da visão;

8. Visitar o seu especialista da visão com regularidade.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.