O que é a Ciática?

O termo ciática descreve os sintomas de dor na perna, dormência ou fraqueza. Origina, normalmente, dor no fundo das costas (zona lombar) que se estende pelo glúteo e parte posterior  descendente da perna.

Ciática é normalmente caracterizada  por um ou mais dos seguintes sintomas:

-Dor constante em apenas um dos glúteos ( nádega) ou perna ( raramente pode ocorrer nas duas.)

-Dor que piora quando sentado

-Sensação de queimar ou formigueiro pela perna

-Fraqueza, dormência ou mesmo dificuldade em mover a perna ou pé.

-Uma dor forte, “rápida” que limita o levantar ou a marcha.

A dor ciática pode variar de não-frequente e irritante a constante e incapacitante.

Os sintomas da dor ciática podem variar bastante no tipo, localização e severidade, dependendo da condição causadora da mesma (por exemplo hérnia discal lombar).

Enquanto os sintomas podem ser muito dolorosos, é raro resultar numa lesão permanente do nervo/tecido ciático.

O nervo ciático e a Ciática

Os sintomas ocorrem quando o grande nervo ciático é irritado.

O nervo ciático é o mais largo do corpo humano. É composto por raizes nervosas individuais que têm origem na coluna vertebral lombar que se ramificam até formarem o nervo ciático.

Os sintomas de ciática ( dor na perna, dormência, formigueiro, fraqueza, irradiação de dor ao pé) são diferentes dependendo de onde o nervo está a ser comprimido. Por exemplo, o nervo do quinto segmento lombar (L4-L5) quando comprimido pode causar fraqueza na extensão do dedo grande do pé e potencialmente no tornozelo.

A incidência da ciática aumenta na meia idade. Raramente ocorre antes dos vinte anos. A probabilidade é maior a partir dos 50 anos.

A ciática não resulta de uma lesão momentânea, pelo contrário,tem tendência a desenvolver-se ao longo do tempo.

A vasta maioria das pessoas que sofrem de ciática, melhoram passadas algumas semanas ou meses, encontrando alivio da dor em soluções não-cirúrgicas ou invasivas. No entanto, para outros, a dor ciática resultante da compressão de um nervo pode ser severa e debilitante.

Existem alguns sintomas que podem exigir intervenção médica, e, possivelmente, cirúrgica, imediata, tais como sintomas neurológicos progressivos (por exemplo, fraqueza nas pernas) e/ou disfunção do intestino ou bexiga (síndrome da cauda equina).

Tratamento Osteopático

Ajustes da coluna vertebral, trabalho muscular como alongamentos, inibições, mobilizações  e manipulação manual realizada por um Osteopata, estão focados em fornecer um melhor alinhamento da coluna vertebral, que por sua vez ajuda a lidar com uma série de condições subjacentes que podem causar dor no nervo ciático. Devolvendo alívio da dor, mobilidade e correcção da causa.

Tiago Ramos-osteopatia ©2015

Facebook

tr.osteopatia@gmail.com

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.