Usar estes ingredientes nos seus métodos de confecção é uma óptima forma de alargar o leque de aromas e paladares às refeições, tornando-as requintadas e enriquecidas.

Além de ser um óptimo recurso para reduzir o uso do sal, sendo assim benéficas para os hipertensos e indivíduos com patologia cardíaca ou renal, cada erva aromática e cada especiaria possui propriedades nutricionais específicas. Auxiliam nos processos digestivos, estimulam a produção de enzimas envolvidas na digestão e facilitam a absorção de nutrientes.

Quanto à sua aquisição, aconselha-se a comprar em quantidades pequenas, para que não haja perda de qualidade com o tempo. Outra possibilidade, no caso das ervas aromáticas passa pelo seu cultivo em casa. Desperte a sua imaginação e inove.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.