Na altura de iniciar a sua refeição, aposte numa boa sopa e ignore o pão com manteiga que lhe põem à frente. Para acompanhamento, prefira saladas frescas ou vegetais grelhados às batatas fritas com arroz. Também pode pedir carnes magras como porco, frango ou peru em vez de carnes vermelhas e gordas; nos peixes, vá alternando entre os ricos em ómega 3 como salmão, sardinha, cavala e atum e os magros como abrótea, solha ou bacalhau.

Tenha em conta que os grelhados, cozidos e assados são preferíveis às frituras. E peça para servirem os molhos e guarnição à parte, para não se obrigar a consumir todas as calorias que o cozinheiro põe no prato. Recorra ao azeite e iogurte natural em vez de manteiga e natas.

Ainda quanto à escolha de ingredientes saudáveis, hoje em dia há maior variedade de pão e massas integrais e as leguminosas como feijão, ervilhas, lentilhas e grão recuperam o seu lugar à mesa. Faça saber que gosta deste tipo de produtos. No final da refeição, habitue-se a sobremesas à base de frutas. Os sumos naturais também podem completar de forma satisfatória um bom almoço.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.