A partir desta altura existe uma maior tendência para alterações de humor, aumento dos níveis de colesterol e triglicerídeos e a captação de cálcio pelos ossos fica afectada, pelo que o risco de aparecimento da doença cardiovascular e osteoporose aumentam.

A forma como a mulher se alimenta nesta fase influencia a intensidade dos sintomas e a probabilidade de aparecimento/ evolução das patologias frequentemente associadas a esta mudança.

Para cada mulher é necessário corrigir os possíveis défices nutricionais, de forma a optimizar a sua saúde e bem-estar.

Ficam algumas dicas alimentares gerais para a alimentação na menopausa:

 - Evite alimentos ricos em sódio (ex.: sal, enchidos);

 - Evite o consumo regular de refrigerantes, café e colas;

 - A alimentação deve ser pobre em gorduras e açúcares;

 - Privilegie alimentos da época e colhidos na altura maturação correcta.

 Alimente-se bem, sinta-se bem e cuide da sua saúde.

Dra. Joana Pinheiro
(nutricionista)

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.