"Estamos em negociações muito avançadas com a União Europeia", declarou à AFP Olivier Bogillot, presidente do grupo farmacêutico na França, apesar de não fornecer mais detalhes sobre o acordo, que pode ser resolvido "nos próximos dias ou semanas".

O líder também afirmou que está a negociar com Estados Unidos e Reino Unido, e com a Aliança Mundial pelas Vacinas, mas não forneceu detalhes.

"O nosso objetivo é trabalhar com o conjunto dos Estados para distribuir a vacina para todos ao mesmo tempo", explicou Bogillot.

A Sanofi gerou uma forte polémica em maio quando o seu diretor-geral, Paul Hudson, falou da possibilidade de favorecer os Estados Unidos na hora de distribuir a vacina, depois de Washington financiar parte da sua pesquisa.

O laboratório francês está a desenvolver duas vacinas contra a COVID-19, com duas tecnologias distintas.

A pandemia de COVID-19 já provocou mais de 569 mil mortos e infetou mais de 12,92 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Portugal regista hoje mais duas mortes e 306 novos casos de infeção por COVID-19 em relação a domingo, 254 dos quais na Região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS).

De acordo com o boletim, desde o início da pandemia até hoje registam-se 46.818 casos de infeção confirmados e 1.662 mortes.

Lisboa e Vale do Tejo é a região onde o aumento dos casos continua a ser mais significativo, contabilizando 83% dos novos casos, com 254 dos 306, e uma das duas mortes registadas. O segundo óbito foi na região Norte.

Vídeo: Como funciona um ventilador?

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.