“Cinco homens e três mulheres com uma média de idades de 76 anos foram operados às cataratas no Instituto Microcirurgia Ocular, em Castelo Branco, no âmbito do protocolo que o município, a Fundação Álvaro de Carvalho e a The Claude and Sofia Marion Foundation estabeleceram para potenciar o projeto ‘Dar visão ao interior – região Centro’ que, desde 2018, já permitiu a realização de 54 cirurgias a utentes do concelho”, referiu, em comunicado, a Câmara de Proença-a-Nova.

Este município do distrito de Castelo Branco assegura metade dos custos das cirurgias, totalizando este ano um apoio de 8.800 euros, e o transporte de ida e regresso de Proença-a-Nova quer no dia da cirurgia, quer nas consultas de pós-operatório.

O transporte é feito com o acompanhamento do técnico da Unidade Móvel de Saúde de proença-a-Nova.

Segundo a autarquia, no segundo semestre deste ano vão ser ainda intervencionados mais oito utentes.

“Proporcionar melhor qualidade de vida é o objetivo primeiro deste apoio que incide em utentes vulneráveis, escolhidos pela prioridade clínica - definida pela coordenação do Centro de Saúde de Proença-a-Nova - e pela carência económica”, explicou o município.

O protocolo estabelecido entre a Câmara de Proença-a-Nova, a Fundação Álvaro de Carvalho e a The Claude and Sofia Marion Foundation, entidades de solidariedade social, pretende facilitar cuidados médicos e outras atividades assistenciais do foro preventivo, curativo e de reabilitação aos setores mais carenciados da população, incidindo especialmente nos distritos de Castelo Branco e da Guarda que podem registar dificuldades acrescidas no acesso a algumas especialidades médicas.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.