A PSP, que operacionaliza em Portugal o número de emergência europeu gratuito, refere em comunicado que o 112 recebeu em 2023 um total de 6,95 milhões de chamadas, das quais 4,93 milhões foram atendidas.

O remanescente de chamadas recebidas, mas não atendidas, corresponde a chamadas abandonadas por quem liga o 112 antes de ser atendido por um operador ou a toques acidentais no número.

Dos contactos feitos, 1,39 milhões de chamadas foram registadas como emergências e 1,26 milhões como chamadas falsas, enquanto 142,4 mil chamadas foram consideradas como não ocorrências.

A maioria (cerca de 86%) das chamadas registadas como emergências visavam pedir auxílio em casos de doença ou trauma com risco de vida ou necessidade imediata de assistência médica, seguindo-se os alertas para crimes, acidentes nas estradas e incêndios.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.