Uma mulher em estado vegetativo há cerca de dez anos numa unidade de cuidados continuados deu à luz, no final de dezembro, numa instituição de saúde norte-americana onde se encontra internada. O caso está a ser investigado pela instituição, pela polícia e pelo estado do Arizona.

O caso foi descoberto quando, a 29 de dezembro, a paciente começou a gemer, segundo revelou uma fonte não identificada à televisão local KPHO.

Fotógrafa mostra em 22 fotos a "brutal e doce realidade de ser mãe"
Fotógrafa mostra em 22 fotos a "brutal e doce realidade de ser mãe"
Ver artigo

"Não sabiam o que se passava com ela. Ninguém no staff tinha conhecimento de que ela estava grávida até ao momento de dar à luz", explicou. Nesse dia, nasceu um bebé saudável, do sexo masculino, com a ajuda dos profissionais de saúde da instituição, escreve a CBS.

Ao "Washington Post", a polícia de Phoenix confirma que está a investigar o caso.

Um "incidente profundamente perturbador"

A clínica é administrada por uma rede de hospitais chamada Hacienda HealthCare. A Hacienda HealthCare recusou para já avançar grandes detalhes sobre o caso, mas fala em "incidente profundamente perturbador".

Mulher dá à luz em corredor de hospital e fotógrafa capta o momento
Mulher dá à luz em corredor de hospital e fotógrafa capta o momento
Ver artigo

Internamente, a instituição, que no total das suas clínicas trata de cerca de 2500 pessoas por ano, já lançou uma investigação para "garantir que todos os residente estão a salvo".

O mesmo jornal norte-americano escreve que a divulgação deste caso levou uma mãe a dormir na clínica, onde a filha de 22 anos está internada, para garantir que nada lhe acontece.

"Ela não consegue andar ou falar, mas percebe", explica, depois de dizer não saber se a filha foi vítima de algum tipo de abuso.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.