Nesta mega operação participaram em simultâneo 57 países - 23 estados-membros da União Europeia e 34 países terceiros-, através de diversos organismos oficiais, designadamente entidades policiais, aduaneiras e de fiscalização alimentar, tendo sido realizadas a nível nacional diversas ações de fiscalização direcionadas a operadores económicos que desenvolvem a sua atividade no setor alimentar ao longo de todo o circuito produtivo e comercial.

Como resultado destas ações de inspeção foram apreendidas centenas de produtos, resultantes de infrações detetadas no âmbito da segurança alimentar, da legislação específica do sector alimentar, da rotulagem de géneros alimentícios e dos direitos de propriedade industrial (Usurpação de Denominações de Origem/Indicação Geográfica Protegida).

Leia também: 10 alimentos venenosos que podem matar

Leia ainda11 alimentos em vias de extinção

No total, foram apreendidas cerca de 100 toneladas de géneros alimentícios incluindo carnes e produtos cárneos, produtos da pesca, queijos, iogurtes, mel, frutos e vegetais; 88 000 unidades de produtos incluindo ovos, suplementos alimentares e conservas e cerca de 37 000 litro de água mineral, 12 800 litros de azeite e óleos vegetais, 1 700 litros de bebidas espirituosas e 1 100 litros de vinho.

"Entre os principais objetivos da operação OPSON V destacam-se a identificação e desmantelamento de redes de crime organizado envolvidas na produção e/ou comercialização de produtos alimentares objeto de práticas fraudulentas, o reforço da cooperação entre diferentes entidades e sensibilizar os cidadãos para os perigos associados à Fraude Alimentar, particularmente decorrentes da falsificação de géneros alimentícios", explica a ASAE em comunicado.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.