O leite e a carne provenientes de culturas biológicas contêm mais 50% de ácidos gordos essenciais - ómega 3 - do que o leite e a carne provenientes da pecuária tradicional, segundo um estudo publicado no British Journal of Nutrition.

Os investigadores da Universidade de Newcastle, no Reino Unido, examinaram 196 artigos de leite e 67 de carne e "encontraram diferenças claras entre o leite e carne biológicos e convencionais, especialmente no que diz respeito ao teor de ácidos gordos".

"Os ómega 3 contribuem para reduzir as doenças cardiovasculares, melhoram o desenvolvimento neurológico e a função imunitária", comenta Chris Seal, um dos autores do artigo, citado pela agência France Presse.

"O nosso estudo sugere que optar pelos alimentos biológicos permitiria em certa medida melhorar a ingestão destas substâncias nutritivas essenciais", explica Chris Seal.

O investigador ressalva que aumentar a porção ingerida de ómega 3 não significa absorver mais calorias ou gorduras saturadas indesejáveis.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.