A Unidade Psiquiátrica Privada de Coimbra (UPPC) disponibiliza uma nova consulta destinada à gestão do relacionamento de casais em situação de crise. Através de uma abordagem centrada nas soluções, os casais são acompanhados por uma psiquiatra especialista em terapia familiar e sistémica.

"Esta consulta tem como principal objetivo a promoção de uma mudança positiva, através de sessões que permitam a saída progressiva de diálogos internos individuais e mútuos dolorosos, de forma a encontrar formas de comunicar mais eficazes", explica Joaquim Cerejeira, médico psiquiatra e diretor clínico da UPPC.

15 coisas que tem de saber para não enlouquecer
15 coisas que tem de saber para não enlouquecer
Ver artigo

Para Tânia Silva, psiquiatra responsável por esta consulta, “as situações de crise são comuns na vida do casal, mas em determinadas condições não se consegue resolver determinados conflitos, deteriorando progressivamente a relação, até que a tensão e o mal-estar façam surgir no horizonte a hipótese de separação como a única solução".

"O ideal será a procura de ajuda o mais cedo possível, evitando o agravamento da disfunção conjugal e aumentando as hipóteses de sucesso da terapia", acrescenta.

Ajudar casais no processo de separação

A consulta de crise no relacionamento destina-se também a ajudar casais em processo de separação, com o objetivo de promover uma dissolução mais pacífica, e visando uma relação pós-separação em que a comunicação é possível e eficaz.

A Unidade Psiquiátrica Privada de Coimbra tem por missão contribuir para o bem-estar da população através da oferta de cuidados de saúde, de atividades de formação e de investigação, na área da Psiquiatria e saúde mental, de acordo com padrões de referência internacionais.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.