"O que fazemos para as viagens é mostrar que este país está aberto aos negócios, aberto aos viajantes", afirmou Johnson, ao anunciar a decisão de que "as pessoas que chegarem não terão mais que realizar um teste (...) se estiverem duplamente vacinadas".

Até agora, os viajantes totalmente vacinados tinham que reservar com antecedência um teste de COVID-19 que era feito nos dois dias posteriores à sua chegada.

Quem não tiver o esquema vacinal completo deve apresentar um resultado negativo antes de embarcar com destino ao Reino Unido, realizar dois testes PCR no segundo e oitavo dia após a sua chegada e isolar-se durante dez dias.

O primeiro-ministro não informou a partir de quando aplicará a nova medida, mas poderia entrar em vigor antes das férias escolares de fevereiro, o que representa uma boa notícia para os setores do turismo e o transporte internacional.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.