"O despacho do Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, com a distribuição do contingente das 1.532 vagas do concurso de 1ª época dos recém-especialistas nas áreas hospitalares (1.041), de Medicina Geral e Familiar (459) e de Saúde Pública (32) foi publicado esta quarta-feira em Diário da República (Despacho n .º 6450-A/2021)", informa o Ministério da Saúde em comunicado

"Este concurso representa a maior evolução do número de vagas nos últimos anos, com um aumento de cerca de 10,6% dos postos de trabalho em relação ao ano passado. Se compararmos com o concurso de 1ª época de 2016, o acréscimo de vagas é superior a 40%", lê-se na nota.

"A abertura deste concurso vai ao encontro do Programa do XXII Governo Constitucional, designadamente, o fortalecimento do Serviço da Nacional de Saúde e da sua capacidade de resposta às necessidades da população, através da melhoria do acesso e da qualidade, equidade e universalidade dos serviços prestados, do reforço de recursos humanos no SNS, particularmente, do recrutamento de médicos", esclarece o Governo.

"O Governo procura dotar a rede pública de serviços de saúde de pessoal médico, procurando, em especial, contemplar nesse reforço os serviços e estabelecimentos de saúde do SNS que, por serem mais periféricos, se debatem com carências", conclui a nota.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.