Ao longe, a peça é um enorme código de barras. Mas, de perto, é possível ler o nome das mulheres que receberam perucas da Fundação. Assim, o que era uma fila de mulheres transforma-se numa doação naquele mesmo instante.

As perucas são caras e contribuem para a melhoria da auto estima destas mulheres enquanto enfrentam o cancro da mama. Mesmo sendo composto por palavras, o código de barras funciona de facto e é reconhecido por qualquer aplicação bancária.

A ação #CODIGODAAUTOESTIMA foi criada pela agência F/Nazca Saatchi & Saatchi e, atualmente, está instalada nos aeroportos de Curitiba e Ribeirão Preto, Brasil. E sempre que o painel for substituído para exibir um novo código, os nomes das pacientes serão diferentes, representando que a fila andou.

Quem não puder ver de perto a instalação mas quiser contribuir, pode doar através do site fundacaolacorosa.com/doe.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.