As autoridades detetaram o caso quando se depararam com uma subida anormal do número de diagnósticos de VIH/Sida nos hospitais de Unnao, no estado de Uttar Pradesh, o mais populoso da Índia.

Uma investigação detalhada conduziu as autoridades à identidade de um homem que se apresentava como médico e que andou de bicicleta a visitar vilas e aldeias, oferecendo vacinas a baixo-custo para várias doenças.

Os 16 sintomas mais comuns do VIH/Sida
Os 16 sintomas mais comuns do VIH/Sida
Ver artigo

O falso médico chama-se Rajendra Kumar, apresentava-se como Yadav e está atualmente em fuga.

A Índia é um país onde a pobreza é extrema e que possui um dos sistemas de saúde pública mais fracos do mundo. Há menos de um médico para cada 1.000 pessoas.

"Era como um anjo para nós. Os médicos do governo prescreviam-nos medicamentos que custam entre 100 e 300 rupias, mas a sua injeção custava apenas 10 rupias (0,126 euros)", recorda um habitante local citado por agências de notícias internacionais.

33 casos positivos até ao momento

A descoberta levou as autoridades a acionarem um plano de despistagem na população. Em 566 pessoas analisadas, 33 foram diagnosticadas com a doença.

A Índia tem 2,1 milhões de pessoas infetadas com VIH/Sida, de acordo com dados de 2016 da ONUSIDA, o programa das Nações Unidas de combate à doença.

O VIH/SIDA, quando não tratado, afeta e destrói células específicas do sistema imunitário, impossibilitando o organismo de lutar contra infeções comuns.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.