Quando fez 21 anos, em 2016, John Cronin confessou ao pai, Mark, que gostaria de ter um negócio quando terminasse o ensino secundário. Mas não sabia exatamente o quê.

"A minha primeira sugestão foi uma loja que vendesse algo divertido", recorda John, que vive em Long Island, em Nova Iorque, em declarações à BBC.

Este hotel só emprega pessoas com Síndrome de Down
Este hotel só emprega pessoas com Síndrome de Down
Ver artigo

Chegou a pensar numa "food truck" - uma carrinha de comida típica dos Estados Unidos - mas um pequeno detalhe fê-los mudar de ideias: "Não sabemos cozinhar", brinca o pai.

John Cronin adora desporto e já praticou basquetebol, futebol e até hóquei em patins. Porém, não via no desporto nenhuma forma de obter rentabilidade. Entretanto surgiu uma outra hipótese: "O John usa, desde sempre, meias coloridas e doidas. Era algo que ele realmente gostava e aí surgiu a ideia de vendermos meias", conta o pai.

O que é a John's Crazy Socks?

Trata-se de uma loja online com milhares de meias com todos os desenhos que se podem imaginar: gatinhos, cães, bolas, desenhos geométricos e até caricaturas de Donald Trump.

Websitehttps://johnscrazysocks.com

Facebookfacebook.com/johnscrazysocks

"As meias são divertidas, são criativas e coloridas e deixam-nos ser nós mesmos", comentou John, portador de síndrome de Down, à referida televisão britânica.

Foi assim que surgiu a "John's Crazy Socks" ("As meias malucas do John", em tradução literal do inglês), uma marca registada e com dezenas de milhares de vendas anuais.

O negócio ficou tão famoso que chegou a vender meias ao primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, e ao ex-Presidente norte-americano George W. Bush.

Algumas fotos de exemplares

Lucros superiores a um milhão de euros

Em apenas um ano, o negócio obteve lucros superiores a um milhão de euros e arrecadou mais de 30 mil em fundos solidários.

A loja online dispõe de mais de 1.400 tipos de meias, com todos os desenhos que se podem imaginar: gatinhos, cães, bolas, desenhos geométricos e até caricaturas de Donald Trump.

Ser igual mas com Trissomia 21
Ser igual mas com Trissomia 21
Ver artigo

À BBC, o pai de John garante que cada pedido de encomenda é agilizado no próprio dia e enviado para a morada com um pacote de doces e um bilhete de agradecimento escrito a mão. E se o endereço for perto, é John quem entrega a encomenda pessoalmente.

Em 2017, pai e filho doaram 5% dos lucros da empresa para a instituição "Special Olympics", que organiza eventos desportivos para pessoas com deficiência.

Síndrome de Down: o que é?

A Síndrome de Down é uma alteração genética que resulta de uma anomalia no processo de divisão celular do óvulo fecundado. Os portadores da Síndrome de Down desenvolvem uma cópia extra do cromossoma 21.

O cariótipo humano é constituído por 23 pares de cromossomas e, nestes casos, verifica-se a presença de um cromossoma 21 adicional. Este terceiro cromossoma — por isso se utiliza também a designação Trissomia 21 — provoca um desequilíbrio genético que vai afetar o desenvolvimento corporal e cerebral do embrião.

As razões que explicam a malformação cromossomática não são conhecidas. Apesar disso, sabe-se que a hereditariedade, por si só, não significa um risco acrescido de Trissomia 21 e ainda que existe uma forte correlação do risco de Síndrome de Down com o avançar da idade da mãe.

Dia 21 de março é o Dia Internacional da Síndrome de Down.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.