“A lusofonia é o nosso objetivo”, afirmou à Lusa Li Chuyuan, na cerimónia de abertura de uma fábrica de medicina tradicional chinesa no território.

“A Guangzhou Pharmaceutical Holdings Limited é a primeira empresa do mundo a entrar na Fortune Global 500, com a medicina chinesa como negócio principal”, frisou.

O futuro próximo da empresa passa agora por patentear produtos de medicina tradicional ‘Made in Macau’ e acelerar as exportações no estrageiro, explicou o presidente.

Presente na cerimónia, realizada em Macau, o cônsul-geral do Consulado de Angola em Macau e delegado de Angola junto do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, Eduardo Velasco Galiano, afirmou à Lusa que espera receber mais investimento chinês nesta área.

“Nós viemos assistir à inauguração desta fábrica que achamos também de interesse para o meu país”, disse Eduardo Velasco Galiano.

“Talvez no futuro possamos ter um protocolo de entendimento junto do Ministério da Saúde de Angola para ver se conseguimos montarmos uma fábrica também em Angola que seria bem-vinda para todos os angolanos”, acrescentou.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.