O Presidente dos Estados Unidos, Donad Trump, está infetado com o coronavírus SARS-CoV-2, tal como a sua mulher, a primeira-dama Melania Trump. A informação foi partilhada pelo próprio chefe de Estado num tweet. "Melania e eu testámos positivo para a COVID-19", escreveu Donald Trump na rede social Twitter.

"Vamos iniciar imediatamente o nosso processo de quarentena e recuperação. Iremos passar por isto juntos", acrescentou.

O anúncio acontece depois de uma das assessoras de Trump testar positivo para o novo coronavírus. Hope Hicks, a conselheira de 31 anos do Presidente, foi a primeira figura próxima do chefe de Estado norte-americano a ser diagnosticada com COVID-19.

Hope Hicks viajou com Donald Trump no avião "Air Force One" para um debate televisão em Ohio, com Joe Biden, no início desta semana.

O Presidente dos Estados Unidos, com 74 anos, pertence aos grupos de risco da COVID-19, nos quais estão incluídas as pessoas com mais de 70 anos.

Melania Trump, 50 anos, escreveu entretanto no twitter que a quarentena será feita "em casa" e que ambos se sentem "bem". A primeira-dama informou ainda que todos os seus compromissos de agenda serão remarcados.

O vice-presidente norte-americano, Mike Pence, já reagiu à notícia, desejando rápidas melhoras ao casal presidencial no Twitter.

O médico da presidência confirma que "ambos estão bem e planeiam permanecer em casa, na Casa Branca, durante a convalescença". Podem continuar a desempenhar as suas funções em confinamento sem qualquer "perturbação", acrescentou, citado pela AFP.

A viagem à Florida que Donald Trump tinha prevista para esta sexta-feira, para participar num comício eleitoral, foi cancelada.

O Presidente dos Estados Unidos tinha dito, na quinta-feira à noite, ter iniciado uma quarentena enquanto aguardava os resultados do teste à COVID-19, depois de uma colaboradora próxima ter confirmado estar infetada. "A primeira-dama e eu estamos à espera dos resultados do nosso teste", escreveu na altura Donald Trump, na rede social Twitter. "Entretanto, estamos a iniciar o nosso processo de quarentena", acrescentou, sem especificar exatamente o que isso significava.

Antes, o Presidente norte-americano anunciara que tinha feito um teste à COVID-19, mas ainda não conhecia o resultado, depois de uma colaboradora próxima ter confirmado estar infetada. "Ela deu positivo", disse Donald Trump à estação de televisão Fox News, confirmando as notícias da imprensa sobre Hope Hicks, conselheira presidencial. "Acabei de fazer o teste, veremos", afirmou, acrescentando que a mulher, Melania, também tinha realizado um teste.

"Vou obter os resultados esta noite [quinta-feira] ou amanhã de manhã [sexta-feira], mas sabem, passo muito tempo com a Hope, tal como a primeira-dama", acrescentou. "Teremos de nos submeter a quarentena? Não sei", disse Trump.

Hope Hicks estava a bordo do Air Force One com o Presidente dos Estados Unidos, num voo para Cleveland (centro-leste), na terça-feira, para participar no debate eleitoral com o candidato democrata à Casa Branca Joe Biden.

A conselheira também viajou com Trump na quarta-feira, para o estado de Minnesota (centro-oeste), onde decorreu uma reunião de campanha.

O Presidente dos EUA submete-se regularmente a testes à COVID-19, embora a frequência exata destes testes não seja conhecida.

Os Estados Unidos registaram 884 mortos e 46.164 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo a contagem independente da Universidade Johns Hopkins.

Com este último balanço o país atingiu um total de 207.743 óbitos e 7.273.943 casos confirmados na segunda-feira.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão de mortos e mais de 34 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Gostava de receber mais informações sobre este tema? Subscreva a nossa newsletter e as nossas notificações para que nada lhe passe ao lado.

Vídeo - Como funcionam os testes para detetar o coronavírus?

Estes são os 12 vírus mais letais do mundo

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.