Numa nota em enviada à Lusa, a administração refere que a ULS do Nordeste “dispõe de dois novos equipamentos de TAC (Tomografia Axial Computadorizada) instalados nas Unidades Hospitalares de Bragança, a 21 de setembro, e de Mirandela, a 04 de setembro.

A administração afirma que a substituição dos equipamentos foi “agora finalizada” e vai “dotar o Serviço de Imagiologia desta entidade de equipamentos de diagnóstico inovadores e com características de maior precisão e segurança na realização daquele exame”.

A agência Lusa noticiou a 10 de setembro que o hospital de Bragança, o principal do Nordeste Transmontano, estava sem TAC, um meio de diagnóstico essencial em doentes urgentes como as vítimas de AVC (Acidente Vascular Cerebral).

A administração da ULS confirmou, naquela ocasião, que o aparelho não estava a funcionar e que os doentes estavam a ser encaminhados para o Hospital de Macedo de Cavaleiros ou para os privados convencionados, no caso de doentes não urgentes.

Aquela entidade dizia que o equipamento estava a ser substituído e informou hoje que a substituição foi “agora finalizada”, sem concretizar a data em que recomeçaram a ser realizados os exames.

A ULS descreve que “a sala que acolheu o novo TAC na Unidade Hospital de Bragança foi previamente alvo de trabalhos de beneficiação, melhorando de forma expressiva as condições infraestruturais e de conforto para utentes e profissionais”.

“Entre outras vantagens, os novos aparelhos de TAC permitem um diagnóstico mais rápido e com maior qualidade, expondo os utentes a menos radiação, e permitindo ainda uma poupança de consumíveis e de energia”, refere.

Os novos equipamentos são anunciados como “um avanço tecnológico significativo” face aos anteriores que avariavam com frequência nos últimos anos.

Em 2018, foi lançado um concurso público à procura de entidades externas dispostas a instalar o equipamento e a fazerem os relatórios dos exames, que continuarão a ser realizados pelos radiologistas do Hospital.

Um TAC novo era condição para a adjudicação destes serviços, já que o anterior, nomeadamente o de Bragança era considerado “obsoleto”.

A ULS do Nordeste é responsável pelos três hospitais e 14 centros de saúde do distrito de Bragança, sendo que o Hospital de Bragança é o maior e com mais valências, além de ser a unidade de referência para toda a região, apesar de distar mais de 100 quilómetros de algumas populações.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.