O vereador responsável pela área da Saúde da Câmara Municipal de Sintra (CMS), Eduardo Quinta Nova, confirmou hoje à agência Lusa que, depois de se terem realizado 94 testes, "apenas surgiram mais dois casos positivos".

"Podemos dizer que a situação continua controlada. Dos 94 testes realizados, temos apenas mais dois casos detetados, os dois em utentes, que fazem subir para 11 o número de utentes que testaram positivo", disse o vereador.

Apesar da "evolução positiva", Eduardo Quinta Nova dá conta de que estão a ser feitos mais 120 testes porque há a possibilidade de uma das profissionais infetadas ter estado em contacto com uma outra unidade desta instituição de saúde, para pessoas com doença mental.

"Hoje estão a ser feitos mais 120 testes numa outra unidade. Testou-se toda a unidade onde surgiram os primeiros casos, mas como uma das profissionais de saúde, ocasionalmente, também desempenhava serviço noutra ala, por precaução esta vai também ser testada, embora não haja ninguém com sintomas", ressalvou o autarca.

O foco de contágio na Casa de Saúde do Telhal foi detetado no final da semana passada, quando foram identificados nove utentes, dois colaboradores de enfermagem, um médico e cinco auxiliares infetados com covid-19.

Para já, entre os infetados, não há registo de qualquer situação clínica grave, e Eduardo Quinta Nova realça a importância de se ter atuado precocemente.

"É importante que tenhamos isolado rapidamente os casos positivos, pois é difícil, face à natureza desta instituição, não haver contágio. Estamos a falar de pessoas com doença mental, em que é mais difícil utilizarem máscara, manterem o afastamento, e há um risco acrescido", assume o responsável pela área da Saúde da Câmara de Sintra.

Eduardo Quinta Nova sublinha que a Casa do Telhal "é uma instituição bem preparada do ponto de vista do seu plano de contingência" e que a estratégia delineada tem produzido resultados nos vários equipamentos sociais do concelho onde são identificados casos de infeção.

"A partir do momento em que temos conhecimento de que há um caso, testamos imediatamente toda a gente, pois isso permite-nos separar as pessoas infetadas e confinar", explica o vereador.

Portugal contabiliza pelo menos 1.936 mortos associados à covid-19 em 72.055 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.