Após a realização de testes foram também detetados dois casos positivos em utentes e um caso positivo num funcionário de outro lar pertencente à Santa Casa Misericórdia de Vila Franca de Xira (SCMVFX), localizado a cerca de 200 metros.

Em declarações à Lusa, o provedor da SCMVFX, Armando Jorge, referiu que o surto foi detetado há uma semana e que em ambos os casos a situação está controlada, encontrando-se a maioria dos doentes assintomático.

“Posso assegurar que a situação está controlada. Os utentes estão isolados em alas e os familiares estão informados. Até ao momento, nenhuma das pessoas infetadas necessitou de ser reencaminhada para o hospital”, descreveu.

O provedor da SCMVFX destacou o facto de alguns dos funcionários que testaram positivo, mas que se encontram assintomáticos, se terem voluntariado para permanecer nas instalações e assegurar algumas necessidades.

“Vão ficar a dormir nas instalações e a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira vai-nos facultar colchões para que não se recorra aos colchões dos utentes”, apontou.

O lar da SCMVFX onde a situação é mais complexa alberga um total de 80 utentes enquanto o outro serve 40 pessoas.

Armando Jorge adiantou ainda que o fornecimento de alimentação e lavandaria está a ser prestado por uma entidade externa, uma vez que foram detetados casos positivos entre os cozinheiros da instituição.

Também no concelho de Vila Franca de Xira foi detetado há uma semana um surto da covid-19 no quartel dos bombeiros que serve a vila.

Em declarações à Lusa, o comandante dos bombeiros de Vila Franca de Xira, Elviro Passarinho, referiu que a situação está neste momento controlada e que os operacionais infetados estão a recuperar.

“Tivemos de suspender o serviço de transporte não urgente, por falta de meios, mas as pessoas estão a recuperar e a regressar. Esta sexta-feira vai ser novamente tudo testado e vamos ver”, apontou.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.979.596 mortos resultantes de mais de 92,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 8.236 pessoas dos 507.108 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.